Starbucks entra com pedido de registro de marca para usar seu nome em estádio

LinkedIn

A Starbucks (NASDAQ:SBUX) entrou com um pedido no Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos no início de junho para o direito de usar seu nome em um estádio ou instalações de treinamento.

Se aprovado, o gigante do café poderia se juntar a empresas como FedEx, Little Caesars e Barclays como patrocinador corporativo de um estádio ou arena. As empresas estão dispostas a desembolsar muito dinheiro para o conhecimento da marca e a fidelidade dos fãs que podem ser derivados de um local de alto perfil com o nome da empresa. No ano passado, a Amazon (BOV:AMZO34) supostamente gastou de US$ 300 milhões a US$ 400 milhões pelos direitos de uma arena em Seattle, agora chamada de Climate Pledge Arena.

Um porta-voz da Starbucks disse que a empresa não tem mais detalhes para compartilhar além do pedido de 2 de junho.

De acordo com o arquivamento, a Starbucks está buscando aprovação para usar seu nome para promover os “negócios, esportes e eventos de entretenimento de outras pessoas” e fornecer “instalações do estádio e de formação para os desportos e atividades de entretenimento”.

O advogado de marcas registradas, Josh Gerben, observou o pedido na sexta-feira no Twitter, dizendo que é assim que uma empresa entraria com um pedido de marca se estivesse buscando os direitos do nome de um estádio.

As ações da Starbucks estavam praticamente estáveis ​​no pregão da manhã. As ações subiram 5% este ano, o que dá a elas um valor de mercado de US$ 132 bilhões.

A Starbucks também é negociada na B3 através da BDR (BOV:SBUB34).

Deixe um comentário