Telefônica: Fitch Ratings reafirma rating de escala nacional em "AAA(bra)", com perspectiva estável

LinkedIn

A Fitch Ratings reafirmou o rating de escala nacional em longo prazo da Telefonica Brasil, dona da Vivo, em “AAA(bra)”, com perspectiva estável. Segundo a agência, a nota de crédito reflete o “modelo de negócio sólido” da companhia, sustentado pela posição de liderança no mercado brasileiro e o perfil financeiro conservador, com liquidez robusta.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:VIVT3) (BOV:VIVT4) nesta sexta-feira (11).

A instituição espera que a empresa continue tendo forte desempenho operacional nos próximos três anos, em meio ao avanço da base pós-paga e do serviço de internet banda larga.

A possível compra de ativos da Oi não afeta materialmente as condições de crédito da Telefonica Brasil, avalia a Fitch. Ainda assim, a gigante enfrenta um cenário de intensa concorrência no setor de telecomunicações brasileiro, cujo risco é classificado como “de moderado a alto”.

“As empresas enfrentam o desafio de investir constantemente em tecnologia, o que requer forte geração operacional de caixa e estrutura de capital para sustentar suas posições de mercado”, explica a agência, em comunicado.

Lucro líquido de R$ 942 milhões no 1T21, queda de 18%

Telefônica Brasil teve lucro líquido de R$ 942 milhões no primeiro trimestre, queda de 18% ante mesmo período de 2020, diante de maiores despesas financeiras e depreciação.

No 1T21, o Resultado Financeiro registrou uma despesa financeira de R$ 315 milhões, um aumento de 61,7% a/a. principalmente pelo maior endividamento relacionado a contratos reconhecidos como leasing em função do IFRS16.

Já a receita líquida da companhia aumentou 0,22% de um ano para o outro, passando de R$ 10,82 bilhões para R$ 10,85 bilhões. Em relação ao último trimestre (R$ 11,19 bilhões), a receita diminuiu 3,07%.

Informações Broadcast

Deixe um comentário