Clear Sale: oferta inicial de ações sai a R$ 25 por ação e empresa levantou R$ 795,2 milhões

LinkedIn

A oferta inicial de ações (IPO) da provedora digital de soluções antifraude Clear Sale saiu a R$ 25,00 por papel, no topo da faixa estimada pelos coordenadores, segundo registro nesta quarta-feira na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A oferta movimentou 1,3 bilhão de reais.

Só com a venda de 31.806.250 ações novas, a empresa levantou R$ 795,2 milhões, recursos que a empresa usará para financiar seu crescimento orgânico e para aquisições.

Na oferta coordenada por Itaú BBA, Bank of America, BTG Pactual (BPAC11) e Santander (SANB11), atuais acionistas da empresa, incluindo seu fundador e presidente, o ex-atleta olímpico Pedro Chiamulera, venderam uma fatia de R$ 510 milhões no negócio.

A empresa deve estrear na sexta-feira no pregão da B3, negociada sob o ticker CLSA3.

Criada em 2001, a Clear Sale é especializada na autenticação de pagamentos de compras online feitas com cartão de crédito e autenticação de identidade online.

A empresa também se beneficia da entrada em vigor do PIX, sistema instantâneo de pagamentos no Brasil, para o qual criou uma plataforma antifraude.

A Clear Sale diz que no fim de março tinha mais de 4.800 clientes ativos em mais de 160 países, a partir de unidades de Brasil, México e Estados Unidos.

Informações Reuters

Deixe um comentário