Mercados seguem cautelosos nesta quarta-feira, com alta na inflação e novos casos de Covid ao redor do mundo

LinkedIn

ÁSIA: A maioria das bolsas asiáticas fechou em queda nesta quarta-feira, após um relatório de inflação dos EUA mais alto do que o esperado.

O surgimento de casos de coronavírus na Indonésia, Malásia e Tailândia é outra preocupação. A Coreia do Sul também está vendo os casos aumentarem. O país divulgou dados mostrando uma melhora na taxa de desemprego, mas os números foram coletados antes das restrições pandêmicas serem reforçadas.

Algumas regiões do Japão também estão vendo um aumento nas infecções pelo COVID-19, alimentando temores sobre as dezenas de milhares de atletas, autoridades e outras pessoas de cerca de 200 nações que entram no país para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Tóquio, em particular, está relatando centenas de novos casos diariamente. Alguns especialistas dizem que isso pode saltar para milhares nas próximas semanas, já que as condições de “bolha” para os atletas olímpicos foram comprometidas, com funcionários e atletas testando positivo para o vírus. Os Jogos começam em 23 de julho.

O Nikkei do Japão fechou em queda de 0,38%, em 28.608,49 pontos, enquanto o índice Topix caiu 0,23%, para 1.963,16 pontos. O Kospi na Coreia do Sul caiu 0,2%, fechando em 3.264,81 pontos.

O composto de Xangai na China continental caiu 1,07% para fechar em 3.528,50 pontos, enquanto o Shenzhen Component caiu 0,88%, encerrando o dia em 15.056,32 pontos.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,51%.

Em sentido contrário, o S & P / ASX 200 da Austrália fechou em alta de 0,31%, para 7.354,70 pontos. Entre as mineradoras, BHP subiu 0,3%, Fortescue Metala avançou 0,1%, enquanto Rio Tinto recuou 0,3%. Entre as produtoras de energia, Oil Search e Woodside Petroleum avançaram 0,5% cada, enquanto Santos recuou 0,1%.

O bloqueio contra o Covid de Sydney foi estendido pelo menos até o final de julho, depois que o número de novos casos saltou novamente, enquanto as preocupações aumentaram em Victoria relatando que a variante delta, altamente contagiosa, parecia ter ultrapassado a fronteira.

O índice MSCI para Ásia-Pacífico exceto Japão caiu 0,25%.

A economia de Cingapura cresceu 14,3% com relação ao ano anterior no segundo trimestre, ligeiramente acima das expectativas dos economistas de um aumento anual de 14,2%, de acordo com uma pesquisa da Reuters. Ainda assim, a economia contraiu 2% em comparação com o trimestre anterior, segundo o Ministério do Comércio e Indústria de Cingapura.

EUROPA: A maioria das bolsas europeias operam em baixa na quarta-feira, após um relatório de inflação mais forte do que o esperado.

O pan-europeu Stoxx 600 cai 0,09%. O alemão DAX 30 cai 0,10%, o francês DAX 40 perde 0,17%, IBEX 35 da Espanha recua 0,55%, enquanto o FTSE MIB da Itália avança 0,17%.

Em Londres, o FTSE 100 opera em baixa de 0,45%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American sobe 1,2%, as gigantes BHP e Rio Tinto adicionam 0,3% e 0,4%, respectivamente, enquanto Antofagasta recua 0,2%. Entre as gigantes petrolíferas, BP sobe 0,1% e Royal Dutch Shell opera em alta de 0,5%.

O índice de preços ao consumidor do Reino Unido em junho subiu 2,5% em relação ao ano anterior, superando as estimativas de um aumento de 2% à medida que transportes, roupas e alimentos levaram o IPC a subir. Isso se soma à discussão sobre as preocupações com a inflação divulgadas na terça-feira, quando os mercados foram recebidos com uma cesta de dados de inflação da França, Alemanha e Estados Unido.

O índice de preços ao produtor do Reino Unido, que mede a inflação do ponto de vista dos produtores, mostrou sinais de arrefecimento. O PPI do Reino Unido subiu 4,3% em relação ao ano anterior, abaixo dos 4,4% do mês passado e abaixo das expectativas de 4,8%. Analistas dizem que os primeiros sinais de desaceleração da pressão inflacionária geralmente são vistos no PPI, à medida que as empresas começam a sentir os preços que pagam no momento da fabricação ou entrega.

A produção industrial da Zona do Euro para maio caiu 1,0%, pior que a expectativa de uma queda de 0,3% e bem pior que a alta de 0,6% registrado no mês anterior.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA operam entre pequenas altas e baixas nas negociações da matinais de quarta-feira, depois que os principais índices terminaram as negociações de terça-feira no vermelho, pressionadas por temores de inflação.

O índice Dow Jones fechou o pregão com queda de 107 pontos, ou baixa de 0,31%. A queda ocorre um dia depois que o índice Dow Jones fechou em recorde. O S&P e o Nasdaq Composite atingiram máximas históricas na terça-feira, antes de devolver esses ganhos e, finalmente, fechar em baixa. O S&P 500 caiu 0,35%, enquanto o Nasdaq Composite caiu 0,38%, cada um registrando sua primeira sessão negativa em três.

O movimento ocorre depois que o Departamento do Trabalho disse que a inflação no mês passado avançou no ritmo mais rápido em quase 13 anos. O índice de preços ao consumidor saltou 5,4% em relação ao ano anterior, acima das expectativas de um aumento de 5%, de acordo com economistas consultados pela Dow Jones. No entanto, como uma parte significativa do aumento geral veio de um salto nos preços dos carros usados, os analistas dizem que a inflação provavelmente será transitória.

Em meio a um dia de baixa em Wall Street, o setor de tecnologia do S&P 500 resistiu à tendência negativa e fechou em uma nova alta de todos os tempos. Os outros 10 setores da S&P caíram, com o setor imobiliário liderando as perdas.

Os principais índices ainda estão próximos de suas máximas históricas e os estrategistas de Wall Street estão otimistas com o segundo semestre de 2021, à medida que a economia continua a se recuperar da pandemia do Covid-19. O UBS elevou sua meta de dezembro de 2021 no S&P 500 para 4.500 pontos na terça-feira, ante uma previsão anterior de 4.400 pontos. A previsão depende de números fortes dos lucros das empresas no segundo trimestre. “Acreditamos que o mercado de alta das ações permaneça em bases sólidas, impulsionado por aumento de consumo por parte do consumidor, aumento dos investimentos empresariais e um Fed ainda acomodado”, disse o banco em nota aos clientes.

O JPMorgan e o Goldman Sachs iniciaram a temporada de lucros na terça-feira, com os dois bancos superando as estimativas dos resultados. O Bank of America, o Citigroup e o Wells Fargo devem divulgar seus balanços antes da abertura do mercado nesta quarta-feira, assim como o BlackRock, PNC Financial e Delta. No total, 23 empresas S&P 500 divulgarão resultados trimestrais nesta semana.

Na agenda econômica, o PPI, que mede a inflação para o produtor americano sairá às 9h30, enquanto os estoques semanais de petróleo será divulgado às 11h30. O FED divulga o seu Livro Bege às 15h00.

O Presidente do FED, Jerome Powel, começa seu testemunho de dois dias perante o congresso, dando uma atualização sobre a política monetária. Recentemente, ele afirmou que as políticas de facilitação do Fed permanecerão intactas até que haja mais progresso em suas metas de emprego e inflação.

ÍNDICES FUTUROS – 7h10:
Dow: -0,05%
SP500: +0,05%
NASDAQ: +0,35%

%COMMODITIES:
MinFe Dailan: +0,79%
Brent: -0,75%
WTI: -0,76%
Soja: +0,12%
Ouro: +0,36%
Bitcoin: +0,05%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra ou venda de ativos.

Deixe um comentário