Oi vai emitir bond no exterior com juros de 9%

LinkedIn

A Oi colocou no mercado um título em dólares em parte para refinanciar dívidas mais caras que assumiu durante a reestruturação atual da empresa.

A operadora, que está em recuperação judicial, está vendendo pelo menos US$ 500 milhões em notas sênior garantidas com juros na faixa de 9%, segundo uma pessoa a par do assunto.

O preço é alto em comparação com a maioria das ofertas este ano, já que apenas seis títulos em dólares com características regulatórias semelhantes foram vendidos com níveis mais altos de yield em 2021, segundo dados compilados pela Bloomberg. Mas ainda é mais barato do que os juros de 13,67% da debênture que a empresa está tentando refinanciar com os recursos.

A Oi (BOV:OIBR3) (BOV:OIBR4) passa por uma grande reestruturação de dívida desde o pedido de recuperação judicial em 2016. O processo incluiu a captação de fundos com desinvestimentos, como a venda dos ativos de telefonia móvel para a Telefónica, Telecom Italia e a alienação da participação de 25% na Unitel, a maior operadora de telefonia móvel de Angola.

O plano estratégico da empresa para 2022-24 é focar mais nos clientes e simplificar as operações enquanto busca pagar dívidas existentes, diversificar fontes de receita e resolver questões de concessão, disse o CEO Rodrigo Abreu no início do mês.

A empresa pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 13 de Agosto

Oi (OIBR3) 1T20: Prejuízo Líquido de R$ 6,28 bilhões

A empresa de telecomunicações Oi, que está em regime de recuperação judicial, registrou prejuízo líquido de R$ 6,28 bilhões no primeiro trimestre de 2020, depois de ter apurado um lucro líquido de R$ 568,4 milhões no mesmo trimestre do ano anterior. O resultado é o atribuído aos sócios controladores da companhia.

O resultado foi divulgado na noite de segunda-feira, 15 de junho. A quarta maior empresa de telefonia móvel do país, que está há quatro anos em recuperação judicial, adiou a divulgação para focar na preparação de uma proposta de alteração ao plano de reestruturação.

A Oi apurou uma receita líquida de R$ 4,74 bilhões no primeiro trimestre deste ano, em queda de 7,4% ante a receita de R$ 5,13 bilhões um ano antes.

O custo de vendas dos serviços no primeiro trimestre deste ano foi de R$ 3,66 bilhões, em queda de 5,3% sobre os R$ 3,83 bilhões do mesmo período de 2019.

 Informações Bloomberg

Deixe um comentário