PetroRio: ANP aprova redução de aliquota de royalties de 10% para 5% de campo Tubarão Martelo

LinkedIn

A PetroRio comunicou há pouco que a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou hoje o Plano de Desenvolvimento do cluster composto pelos campos de Polvo e Tubarão Martelo. Isso inclui a redução dos royalties para o Tubarão Martelo, como incentivo a investimentos em sua revitalização.

O fato relevante foi feito pela empresa  (BOV:PRIO3) nesta quinta-feira (29).Confira o comunicado na íntegra.

De acordo com fato relevante da empresa, a aprovação consiste no pedido de redução de royalties de 10% para 5% sobre a produção incremental proveniente de investimentos no campo, com base no contrato de concessão e na resolução que regula a redução de royalties na produção incremental em campos maduros.

“Desta forma, toda a produção incremental que virá de novos investimentos no Campo de Tubarão Martelo terá sua alíquota reduzida para 5%, inclusive a produção resultante da completação do poço TBMT-10HP, com expectativa de início de produção em setembro”, conclui a empresa.

A empresa pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 02 de agosto.

Prejuízo de R$ 39,76 milhões no primeiro trimestre, revertendo lucro

PetroRio teve prejuízo líquido atribuível aos controladores de R$ 39,8 milhões no primeiro trimestre de 2021, ante lucro líquido de R$ 46,2 milhões no mesmo período de 2020.O resultado foi impactado negativamente pelo efeito contábil (não-caixa) da variação cambial e da depreciação e amortização dos novos ativos.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – somou R$ 407,7 milhões no período, o que corresponde a um salto de 176% na comparação com o primeiro trimestre de 2020, com margem de 62%.

receita líquida da companhia somou R$ 655,3 milhões entre janeiro e março, alta de 194,0% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior.

 

Informação Broadcast

Deixe um comentário