A Amazon está planejando abrir lojas de departamentos nos Estados Unidos

LinkedIn

A Amazon (NASDAQ:AMZN) está planejando abrir grandes lojas de varejo que se assemelham a lojas de departamentos, de acordo com um relatório do Wall Street Journal.

O jornal informou que algumas das primeiras lojas de departamentos da Amazon deverão estar na Califórnia e em Ohio. Os locais ocuparão cerca de 30.000 pés quadrados, em torno do tamanho de uma loja Kohl’s ou TJ Maxx, mas ainda cerca de um terço do tamanho de uma loja de departamentos tradicional.

A mudança marcaria a experiência mais recente da Amazon com lojas físicas de varejo, depois de roubar participação de mercado no cenário do varejo das empresas estabelecidas com seu negócio de comércio eletrônico. A empresa recentemente ultrapassou o Walmart como o maior vendedor de varejo do mundo fora da China.

Nos últimos anos, a empresa comprou a Whole Foods Market e abriu livrarias físicas, supermercados da marca Amazon e lojas de conveniência sem caixa. As localizações físicas têm custos fixos mais elevados, mas podem atrair mais olhos e permitir que os consumidores experimentem as roupas.

As lojas de departamento devem ajudar a Amazon a vender mais roupas e produtos de tecnologia, de acordo com o WSJ. O jornal relatou que a empresa começou a abordar marcas de vestuário dos EUA sobre lojas de grande porte há cerca de dois anos, embora não esteja claro neste momento quais marcas os locais estocariam. A gigante do comércio eletrônico também planeja vender seus próprios produtos de marca própria.

A entrada da Amazon nas lojas de departamentos colocaria ainda mais pressão sobre um segmento de varejo já em dificuldades. JC Penney, Lord & Taylor e Neiman Marcus estavam entre os varejistas que pediram concordata no ano passado. Nordstrom e Macy’s têm investido pesadamente em um esforço para atrair novos clientes, incluindo a abertura de lojas de formato menor e a melhoria de seus negócios de comércio eletrônico.

As ações da empresa caíram mais de 1% este ano, dando a ela um valor de mercado de US$ 1,59 trilhão.

A Amazon também é negociada na B3 através da BDR (BOV:AMZO34).

 

Deixe um comentário