Via (VVAR3): lucro líquido de R$ 132 milhões, alta de 103%

LinkedIn

A Via (dona da Casas Bahia e do Ponto) apresentou lucro líquido de R$ 132 milhões no segundo trimestre de 2021, alta de 103% em relação ao mesmo período do ano passado. No entanto, o lucro líquido comparável para os “efeitos do incentivo de subvenção relacionado a anos anteriores” foi de R$ 45 milhões. Esse resultado reverte o prejuízo líquido operacional de R$ 176 milhões, registrado um ano atrás.

A receita líquida avançou 49% no comparativo trimestral, para R$ 7,87 bilhões.

O ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 391 milhões, uma queda de 26,5% em relação ao mesmo período de 2020. A companhia pondera, porém, que o resultado de 2020 tinha o efeito de crédito transitado em julgado de ICMS na base de cálculo do PIS/COFINS no valor de R$ 241 milhões. O Ebitda ajustado, por sua vez, foi de R$ 485 milhões no período, 54,4% a mais do que no segundo trimestre de 2020.

A margem Ebitda, indicador de rentabilidade, ficou em 6,2%, 0,2 ponto porcentual superior à de um ano atrás.

Gross Merchandise Value (GMV) ficou em R$ 11,4 bilhões de reais. As vendas digitais se dividem entre os produtos vendidos diretamente pela Via, cujas vendas cresceram 7% em faturamento, e os produtos de terceiros, vendidos no shopping virtual da empresa.

Nas lojas físicas, a receita bruta do trimestre foi de R$ 4,8 bilhões, uma alta de 120% em relação a um ano atrás. “No mês de abril, cerca de 57% das lojas permaneceram fechadas por conta das restrições de funcionamento em diversas regiões do país de modo que a receita bruta das lojas físicas no segundo trimestre ainda não alcançaram o potencial, mas ainda assim cresceram 124% na comparação anual. No critério mesmas lojas o desempenho foi positivo em cerca de 126% no período”, diz a companhia.

As vendas do marketplace aumentaram quase 85% a/a no 2T21, chegando a R$ 1,7 bilhões vendidos, representando 26% do e-commerce, aumento de 9 pontos porcentuais quando comparado ao ano anterior.

O caixa líquido ajustado dos últimos 12 meses ficou em 0,7x em junho/21, com sólida posição de caixa de R$ 6,7 bilhões ao final de junho de 2021. A posição de caixa inclui a carteira de recebíveis não descontados no valor de R$ 4,0 bilhões e o ajuste para as antecipações aos fornecedores de R$ 401 milhões.

Os resultados da Via (BOV:VVAR3) referente suas operações do segundo trimestre de 2021 foram divulgados no dia 12/08/2021. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário