Bom dia ADVFN - Boletim focus e na Câmara estão na pauta a PEC dos Precatórios e a reforma administrativa

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  13 de Setembro de 2021, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Bolsas mundiais: Os índices futuros americanos operam em território positivo. O petróleo Brent vai subindo para cerca de US$ 73 o barril e o alumínio opera em alta.

Na Ásia, os índices fecharam com resultados variados, com destaque negativo para ações listadas em Hong Kong. Os papéis da Alibaba caíram 4,23% após uma reportagem do jornal Financial Times afirmar que Pequim deseja dividir a Alipay, do Ant Group, e forçar a criação de um aplicativo separado de empréstimos. Outras ações de tecnologia chinesas também recuaram. A Tencent teve queda de 2,45%, e os papéis da Meituan perderam 4,47%. Assim, o índice Hang Seng Tech teve queda de 2,27%. Os papéis de empresas produtoras de veículos elétricos também tiveram quedas após o ministro da Indústria do país afirmar que é necessária consolidação no setor, por haver fabricantes “demais” desses veículos no país. Os papéis da BYD recuaram 2,14%, e os da Xpeng, 2,35%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, recuou 1,5%; na China Continental, o Shanghai composto avançou 0,33%; no Japão, o Nikkei teve alta de 0,22%; na Coreia do Sul, o Kospi teve leve alta, e fechou em 3.127,86 pontos.

Na Europa, os índices operam em alta. O índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, sobe 0,5%, com destaque positivo para papéis dos setores de petróleo e gás, e negativo do setor de varejo. Investidores continuam a avaliar a última decisão do Banco Central Europeu da semana passada, de desacelerar o ritmo de compra de títulos sob o seu Programa Emergencial de Compras (PEPP na sigla em inglês), em resposta a inflação mais alta e ao ritmo mais forte de crescimento do PIB na Zona do Euro. O BCE também revisou para cima a sua previsão sobre inflação no médio prazo. O movimento veio após a divulgação de dados que indicam que a inflação na Zona do Euro teve alta de 3% em agosto, o recorde em uma década.

Nos Estados Unidosos mercados operam em alta no momento. Na sexta, os principais índices americanos fecharam em queda, com resultados negativos do Dow e do S&P pelo quinto dia consecutivo. O Nasdaq fechou a sexta-feira com sua terceira queda diária consecutiva. Na semana, o Dow perdeu 2,15%, e o S&P recuou 1,69%, em seu pior desempenho semanal desde junho. Além disso, o Nasdaq teve sua pior semana desde julho, com queda de 1,61%. As bolsas americanas operam sob pressão desde a divulgação do relatório de emprego relativo a agosto, divulgado pelo Departamento de Emprego dos Estados Unidos em 3 de setembro, que ficou abaixo das expectativas. Há temores entre operadores do mercado de que a pandemia continue a prejudicar o crescimento econômico, e de que a alta da inflação leve o Federal Reserve a alterar suas políticas. Os rendimentos do Tesouro americano reduziram o avanço à medida que os investidores seguem avaliando as pressões dos preços e seu impacto no provável cronograma para uma redução no estímulo do Federal Reserve. A divulgação dos preços ao consumidor nos EUA esta semana, deve reascender a discussão em torno do risco inflacionário e de sua duração.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 70,64, com alta de 1,32%. O Brent opera em alta de 1,12%, negociado a US$ 73,74.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$  44.543,18 (-3,29%). O ouro  é negociado a US$ 1.790,00 por onça-troy (-0,12%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian registram queda de 3,49%, cotados a 706 iuanes, equivalente hoje a US$ 109,37 (nas últimas 24 horas).

Coronavírus

O mundo registra 224.700.982 de casos de coronavírus e 4.631.626 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

Painel Vacinas Covid-19 Brasil:  Doses Distribuídas pela União: 256.447.748. Doses aplicadas: 195.324.776.

Brasil

Brasil recebe 5,1 milhões de doses em remessa recorde da Pfizer: O Ministério da Saúde anunciou a chegada de 5,1 milhões de doses de vacinas, no Brasil, para reforçar o Programa Nacional de Imunizações. Essa, que é a maior remessa da farmacêutica Pfizer/BioNTech, foi feita em quatro lotes, com desembarque pelo Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), ao longo deste domingo (12/09). O primeiro voo trouxe 1,3 milhão de doses, ainda na madrugada. O segundo, com 1,1 milhão, aterrissou por volta das 10h30. Mais dois, com 1,1 milhão e 1,5 milhão, entraram no país no período da tarde.

Poderes

O governo deve conhecer com mais clareza, nesta semana, os efeitos políticos da divulgação da “Carta à Nação”, na qual o presidente Jair Bolsonaro recuou das ameaças que fez ao Supremo Tribunal Federal (STF) nos atos do feriado da Independência. Nos próximos dias, a maior prioridade da equipe econômica será a retomada do diálogo com a Corte para solucionar o impasse sobre o pagamento dos precatórios — dívidas da União reconhecidas pela Justiça e que preveem para 2022 uma despesa de R$ 89 bilhões, o equivalente a 65% acima dos R$ 54,7 bilhões deste ano.

Convocados por grupos de centro-direita, manifestantes foram às ruas no domingo 12, em 15 capitais, pedir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Mas a divisão da oposição ao governo acabou esvaziando os atos.

Economia

Inflação, crises energética e política, desemprego, alta dos juros, real desvalorizado ante ao dólar e falta de componentes importados que ajudam a interromper a produção estão afastando o cidadão comum, com salário médio de R$ 2 mil por mês, da compra de um carro zero-quilômetro, simples, sem qualquer acessório, que, atualmente, custa em torno de R$ 50 mil. Quem pensa no seminovo ou no usado, também, pode se deparar com o preço mais salgado do que esperava. O processo de avanço nos custos retroalimenta-se. Com menos carros novos nos pátios das montadoras e das revendedoras, a demanda se desloca para seminovos ou usados devido à espera maior para a entrega por conta da falta de peças. Então, os preços sobem e os prazos de financiamento diminuem. Segundo especialistas, há muito tempo, não existe mais o carro popular na praça, com preços entre R$ 25 mil e R$ 30 mil.

Agenda Econômica

* China NBS: investimento estrangeiro direto de agosto
* Áustria: Opep divulga relatório mensal de mercado
* Boletim Focus (8h25) *
* EUA: Presidente do BCE, Christine Lagarde, discursa sobre retomada pós-covid-19 na conferência internacional de Aspen (10h30)
* Balança comercial semanal (15h)

Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o índice encerrou em queda de 0,93%, a 114.285 pontos, após uma semana de forte volatilidade causada pela crise político-institucional brasileira. A Bolsa acumulou baixa de 2,26% na semana, que teve apenas quatro dias de pregão por causa do feriado de 7 de Setembro, na terça-feira.

Maiores altas do Ibovespa

CASH3: +8,41% a R$ 5,93
BEEF3: +6,10% a R$ 9,05
BRFS3: +3,03% a R$ 24,14
MRFG3: +2,45% a R$ 22,98
CYRE3: +2,10% a R$ 18,92

Maiores baixas do Ibovespa

MGLU3: -8,86% a R$ 17,18
BPAN4: -7,08% a R$ 15,76
LCAM3: -5,46% a R$ 25,30
VIIA3: -5,05% a R$ 9,02
RENT3: -4,55% a R$ 57,27

Dólar    

dólar comercial: encerrou o dia em R$ 5,2670, com alta de 0,76%. O começo da sessão apresentou volatilidade, mas no período da tarde a moeda norte-americana guinou para uma sólida alta.

Ifix   

O índice fechou o dia em alta de 0,29%, aos 2.727,91 pontosNa mínima do dia o índice bateu em 2.720,21 pontos, enquanto a máxima foi de 2.733,88 pontos. No acumulado para setembro, o índice concentra uma queda de 0,80%. Já no ano, recua 4,95%. A movimentação financeira para de R$ 231,76 milhões.

🏭  ** Carteiras de Fundos Imobiliários de setembro de 2021 ** 🏭

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, estadão.

Deixe um comentário