Criptomoeda brasileira MCO2, da MOSS, é listada na Gemini

LinkedIn

A criptomoeda brasileira MCO2, da MOSS, conseguiu ser listada em uma das maiores exchanges dos EUA e do mercado de criptomoedas, a Gemini, dos irmãos Winklevoss. A listagem marca a primeira vez que uma criptomoeda brasileira passa a ser negociada na plataforma americana.

Segundo a exchange o token inicialmente será negociado no par em USD.

Luis Felipe Adaime, CEO e fundador da MOSS, comemorou a listagem e destacou ao Cointelegraph Brasil, que essa é uma grande oportunidade para os projetos de preservação ambiental da empresa e que a entrada na Gemini ajudará a dar mais destaque mundial para a Floresta Amazônica e para os ativos florestais brasileiros.

Além disso ele afirmou que espera, com a listagem, que isso impulsione o movimento de compensação de créditos de carbono para que ele ganhe mais força não só no mercado de criptomoedas mas em todos os demais setores da economia.

“O MCO2 não é só o maior token de carbono em termos de marketcap, de volume e liquidez do mundo como também foi criado por uma empresa latinoamericana e agora conseguiu ser listado em uma das maiores exchanges do mercado com mais de 13 milhões de usuários. É um grande feito para o Brasil, para a floresta amazônica”, disse.

Créditos de carbono

Recentemente a empresa anunciou que atingiu a marca de mais de 2,3 milhões de MCO2 negociados, representando mais de 2 milhões de créditos de carbono compensando.

No total, por meio da iniciativa de compensação de créditos de carbono com tokenização, foram destinados mais de R$ 100 milhões para projetos de sustentabilidade envolvendo a floresta amazônica.

Ainda segundo a MOSS o total de créditos de carbono compensados pela empresa representa mais de 2% de todos os créditos de carbono comercializados atualmente no mundo.

Entre as companhias responsáveis por esta marca estão a exchange Mercado Bitcoin, GOL Linhas Aéreas, C6 Bank, iFood, Arezzo&Co, AMARO, PagSeguro PagBank, Cia. Hering, Creditas, Bionexo, Clube de Regatas do Flamengo, SkyBridge Capital, One River Asset Management e Celo.

Um token de MCO2 equivale a um crédito de carbono – uma tonelada de gás carbônico que deixa de ser emitida na atmosfera.

Por Cassio Gusson

Deixe um comentário