GRANDES GOLPES DO PASSADO E COMO EVITÁ-LOS HOJE

LinkedIn

GRANDES GOLPES DO PASSADO E COMO EVITÁ-LOS HOJE

Por Brasa

O ano é 1962. Reunião entre representantes de dois países até então aliados:

— Sinto muito, mas não podemos continuar a fazer negócios, Albânia.

— Mas por quê?

— Você é radical demais, comunista demais.

— Poxa, União Soviética…

Quando seu modelo de comunismo é considerado radical e intransigente demais pela União Soviética, você tem um problema. Mais que um problema. Você não tem ninguém para importar e exportar. Assim, a Albânia mergulhou no isolacionismo e na pobreza extrema. Em 1989, explodiram revoltas contra o comunismo, chefiadas por… lideranças trabalhistas e intelectuais. O mundo dá voltas…

Em 1992, o governo albanês não conseguiu segurar mais, marcou eleições e o povo daquele país trocou o comunismo pelo… bom, por alguma coisa.

Vamos colocar em contexto. Temos um país superisolado, sem conhecimento nenhum do mundo, que até 1992 não tinha semáforo, com um salário médio de 50 dólares por mês. De repente, o governo que proibia tudo caiu.

Os albaneses estavam loucos para aproveitar as benesses do mundo livre. Tanto o Banco Mundial como o FMI (Fundo Monetário Internacional) estimularam o país a adotar o liberalismo econômico.

— Economia livre, é?

— Sim, Albânia, desde que com um Banco Central forte e independente, e leis que coíbam excessos que…

— Economia livre, Banco Mundial. Saquei.

— Não, peraí!

Em meses, a Albânia passou do “não pode nada” para o “vale tudo”. O povo poderia enriquecer, só não sabia como. Ah, mas um grupo de pessoas e empresas internacionais sabia como levar o “capitalismo” ao país.

21 grupos, para falar a verdade. Com planos para se ganhar muito dinheiro sendo o dono de seu próprio negócio. Basta recrutar mais dois amigos que…

Em 1996, 10% do PIB da Albânia estava ligado a esquemas de pirâmide. Mas isso não é tudo. [ Continue lendo aqui ] 

Deixe um comentário