ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for smarter Negocie de forma mais inteligente, não mais difícil: Libere seu potencial com nosso conjunto de ferramentas e discussões ao vivo.

Apple tem aumento de receita de 29% ano a ano e vendas dos novos produtos não estão incluídos no 4T21

LinkedIn

As  ações da Apple (NASDAQ:AAPL) caíram cerca de 4% na quinta-feira (28) após a receita ficar abaixo das expectativas de Wall Street em seu quarto trimestre fiscal na quinta-feira, o que o CEO da Apple, Tim Cook, atribuiu às restrições de oferta maiores do que o esperado em iPhones, iPads e Macs.   

A Apple também é negociada na B3 através do ticker (BOV:AAPL34).

“Tivemos um desempenho muito forte, apesar das restrições de fornecimento maiores do que o esperado, que estimamos em cerca de US$ 6 bilhões”, disse Cook. “As restrições de fornecimento foram impulsionadas pela escassez de chips em toda a indústria, sobre a qual muito se falou, e interrupções de fabricação relacionadas ao coronavírus no Sudeste Asiático”.

No entanto, a receita geral da Apple ainda aumentou 29% em uma base anual e cada uma de suas categorias de produtos cresceu em uma base anual.

Veja como a Apple se saiu em relação às estimativas de consenso do Refinitiv:

  • Lucro por ação (EPS): US$ 1,24 vs. US$ 1,24 estimado
  • Receita: US$ 83,36 bilhões contra US$ 84,85 bilhões estimados, um aumento de 29% ano a ano
  • Receita do iPhone: US$ 38,87 bilhões contra US$ 41,51 bilhões estimados, um aumento de 47% ano a ano
  • Receita de serviços: US$ 18,28 bilhões contra US$ 17,64 bilhões estimados, um aumento de 25,6% ano a ano
  • Receita de outros produtos: US$ 8,79 bilhões contra US$ 9,33 bilhões estimados, um aumento de 11,5% ano a ano
  • Receita do Mac: US$ 9,18 bilhões contra US$ 9,23 bilhões estimados, um aumento de 1,6% ano a ano
  • Receita do iPad: US$ 8,25 bilhões contra US$ 7,23 bilhões estimados, um aumento de 21,4% ano a ano
  • Margem bruta: 42,2% vs. 42,0% estimado

As vendas do iPhone aumentaram 47% ano a ano, mas ainda assim ficaram abaixo das estimativas de Wall Street.

A Apple não forneceu orientação oficial desde o início da pandemia, mas Cook disse que a Apple espera “um sólido crescimento de receita ano a ano” no trimestre de dezembro, apesar do fato de Cook ter dito que a Apple enfrentará restrições de oferta piores no trimestre atual.

“Então, as interrupções de fabricação relacionadas ao coronavírus melhoraram muito. A escassez de chips persiste”, disse Cook.

Cook disse que os problemas de fornecimento eram com chips em “nós legados”, ou chips mais antigos, em vez dos processadores tecnologicamente avançados no coração dos dispositivos da Apple.

A expectativa de crescimento das vendas ano após ano sugere que a Apple vê significativamente mais demanda por seus novos modelos do iPhone 13 do que pode fornecer. O quarto trimestre da Apple incluiu apenas alguns dias de vendas do iPhone 13, encerrado em 25 de setembro.

A Apple está atualmente em meio a um crescimento massivo, à medida que as vendas de iPhones, iPads e Macs explodiram durante a pandemia. A receita anual da Apple para o ano fiscal de 2021 aumentou 33% em relação a 2020, para US$ 366 bilhões.

O crescimento mais forte nas categorias de produtos da Apple, além de iPhones, foi em seu negócio de serviços, que inclui vendas na App Store, serviços de assinatura de música e vídeo, publicidade, garantia estendida e licenciamento. Os serviços da Apple cresceram 26% ao ano, o que Cook disse ter sido mais alto do que a empresa esperava.

Cook disse que a Apple tem 745 milhões de assinaturas pagas, o que não inclui apenas serviços primários como o Apple Music, mas também assinaturas através da App Store da Apple.

“Isso representa um aumento de 160 milhões ano a ano, o que representa um aumento de cinco vezes em cinco anos. Portanto, tem sido um grande ciclo de crescimento ”, disse Cook.

Os Macs da Apple não cresceram fortemente, aumentando apenas 1,6% ao ano, mas o trimestre não incluiu as vendas de novos modelos de MacBook Pro que foram anunciados em outubro. Os iPads da Apple cresceram 21% ano a ano, embora a oferta tenha sido restrita. A categoria Outros Produtos da Apple, que inclui os modelos Apple Watch e AirPods, cresceu 11% sem novos produtos, que começaram a ser vendidos em outubro.

Este trimestre marca a primeira vez desde abril de 2016 que a Apple não conseguiu superar as estimativas de lucros, e é a primeira vez desde maio de 2017 que as receitas da Apple perderam as estimativas, de acordo com dados do Refinitiv.

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Reuters

Deixe um comentário