Bom dia ADVFN - Prévia do PIB (IBC-Br) no Brasil e vendas no varejo nos EUA na agenda

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  16 de Novembro de 2021, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

📣📰 Confira as principais manchetes dos jornais de hoje 📰

Bolsas mundiais: os mercados e índices futuros americanos operam estáveis após encontro virtual entre Biden e Xi Jinping.

Na Ásia, as bolsas fecharam com resultados variados. Investidores reagiram a uma reunião virtual entre o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o presidente da China, Xi Jinping, marcado por comentários positivos. O encontro marcou a comunicação mais próxima entre os dois líderes desde que Biden assumiu o posto em janeiro, e foi seguida por declarações públicas dos líderes, que enfatizaram formas de evitarem conflitos, apesar de pontuarem pontos de tensão. Biden e Xi Jinping falaram da necessidade de cooperação, com ambos os lados visando estabilizar os laços EUA-China, mas não conseguindo realizar grandes avanços. O yuan se aproximou de seu nível mais forte desde 2018 na esperança de aliviar as tensões.

Na Europa, os índices se mantêm estáveis.  O índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, avança 0,1%, com destaque positivo de empresas de telecomunicação e negativo de empresas dos setores de construção e materiais. As tensões estão aumentando no continente por conta da suposta escalada no envio de tropas pela Rússia à fronteira com a Ucrânia. A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), uma aliança militar estabelecida após a Segunda Guerra, alertou que estaria preparada para defender a soberania da Ucrânia. Além disso, uma nova crise vem escalando na fronteira entre Belarus e Polônia, Latvia e Lituânia. Milhares de imigrantes vindos de Síria, Iêmen e Iraque vêm se concentrando no lado de Belarus em meio a baixas temperaturas há semanas. O governo do país foi acusado de permitir que a crise escalasse, com o intuito de prejudicar a segurança da União Europeia e retaliar o apoio do bloco à oposição.

Nos Estados Unidosos índices têm ligeira baixa no momento. Temores sobre inflação vêm pesando sobre os mercados após o Índice de Preços ao Consumidor relativo a outubro indicar a maior alta anual em mais de 30 anos. A semana deverá ser marcada pela divulgação de resultados de grandes empresas do varejo dos Estados Unidos, como Walmart, Home Depot e Target. Na segunda-feira, o presidente americano Joe Biden assinou a lei que estabelece o pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão, que inclui financiamento para transporte, banda larga e serviços. O foco desta semana será na força do consumidor americano, com os dados de vendas no varejo dos EUA nesta terça-feira prontos para mostrar uma aceleração. Enquanto isso, há mais sinais de que um anúncio sobre a escolha de Biden para liderar o Federal Reserve será lançado em breve. O atual presidente, Jerome Powell, e a ex Subsecretária do Tesouro para Assuntos Internacionais, Lael Brainard, foram entrevistados para o cargo principal.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 80,10 com alta de 0,44%. O Brent opera em alta de 0,51%, negociado a US$ 82,48.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 60.514,17 (-8,37%). O ouro  é negociado a US$ 1.874,75 por onça-troy (+0,44%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro:  O minério negociado na bolsa de Dalian teve queda de 1,1%, a 540,5 iuanes, o equivalente a US$ 84,71.

Coronavírus

O mundo registra 253.913.148 de casos de coronavírus e 5.108.273 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

Painel Vacinas Covid-19 Brasil:  Doses Distribuídas pela União: 338.292.748. Doses aplicadas: 272.232.365.

Diante de um cenário já classificado por alguns especialistas como a “quarta onda” da pandemia, a Europa – que há semanas observa o aumento no número de infecções e mortes por Covid-19 – voltou a impor medidas mais restritivas para conter a circulação do coronavírus. No dia 4 de novembro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um alerta de que o continente europeu é novamente o epicentro da pandemia. Além disso, entidades de saúde demonstram preocupação com a chegada do inverno, que pode agravar doenças respiratórias como a Covid-19. Desta vez, além do distanciamento social e ações sanitárias, o continente busca reduzir o número de pessoas que resistem à imunização contra a doença. Países como Holanda, Alemanha e Itália estão entre os mais afetados pelo vírus nesta nova onda de casos.

No primeiro dia de confinamento para pessoas não vacinadas ou que não contraíram recentemente a covid-19, foi grande a procura por postos de vacinação em Viena e em outras cidades austríacas. Com a medida, inédita na União Europeia, as autoridades tentam frear o número recorde de novos casos da doença. E não descartam mesmo avançar nas restrições, limitando mesmo a circulação de vacinados à noite, ideia que enfrenta forte resistência. Com a adoção do lockdown, concretamente, cerca de 2 milhões de pessoas não poderão deixar suas casas, a não ser para fazer compras, praticar esportes ou receber atendimento médico. A medida vale para todos a partir de 12 anos. As pessoas não vacinadas já estavam proibidas de entrar em locais como restaurantes, hotéis e salões de beleza. A resistência de parte da população ao confinamento é forte. Ainda no domingo, centenas de manifestantes contrários à medida se reuniram diante da sede de governo exibindo cartazes com frases em repúdio à vacinação obrigatória.

Brasil

Nas últimas 24 horas, o Brasil notificou 66 mortes por covid-19, com total de 611.384 desde o início da pandemia. A média móvel semanal, que elimina as distorções entre dias úteis e fim de semana, é de 255, completando 15 dias abaixo de 300. Não houve registro de óbitos pela infecção nos Estados do Acre, Sergipe, Roraima e Amapá. Os dados diários são reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa.

Poderes

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou que o Congresso vai entrar com um embargo de declaração no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a Corte esclareça a decisão de proibir a liberação de verbas das chamadas emendas de relator, que têm sido operadas como um orçamento secreto. Os embargos de declaração são uma espécie de recurso judicial que tem como objetivo esclarecer supostas contradições ou omissões em decisões de juízes ou de órgãos colegiados, como o STF. Na semana passada, o tribunal confirmou, por 8 votos a 2, a liminar da ministra Rosa Weber que suspendeu a execução financeira das emendas de relator, também conhecidas como RP9.

Economia

Em Dubai, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse n segunda-feira, dia 15, que a revista The Economist “está errando todas” sobre o governo brasileiro. Em artigo sobre o País, a revista inglesa disse que o presidente Jair Bolsonaro é “nocivo à economia do Brasil”. “Eles estão errando todas sobre o Brasil”, afirmou Guedes, durante passagem na Expo Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. “Falaram que o Brasil ia cair 10% (na pandemia), cai 4%, que a Inglaterra ia cair 4%, caiu 10%. A Economist está liderando as previsões para o buraco”, disse Guedes, se referindo à variação do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois países no ano passado. No ano passado, o PIB do Brasil caiu 4% e o do Reino Unido, 9,79%. O ministro afirmou que a revista deveria “olhar para o próprio umbigo”, para os problemas internos da Inglaterra, como desabastecimento de carne e filas em postos de combustíveis.

O Pix faz seu primeiro aniversário neste 16 de novembro. Em um ano, a rápida adesão dos brasileiros ao sistema de pagamentos instantâneos surpreendeu as instituições financeiras. As últimas estatísticas divulgadas pelo Banco Central (BC), de setembro de 2021, mostram que as transações feitas por Pix superam as realizadas por boletos, TEDs, DOCs e cheques somados. Até outubro, o Pix teve mais de 348 milhões de chaves cadastradas, sendo a maior parte delas, 121 milhões, a chave aleatória. Foram mais de 1,6 bilhão de transações neste primeiro ano, que já movimentaram quase R$ 4 trilhões.

Agenda Econômica

– Zona do euro/Eurostat: 2ª leitura do PIB do 3TRI (7h)
– Brasil/FGV: IPC-S semanal (8h)
– FGV: IGP-10 de novembro (8h)
– Boletim Focus (8h25)
– BC: IBC-Br de setembro (9h)
– EUA/Deptº do Comércio: Vendas no varejo em outubro (10h30)
– EUA/Fed: produção industrial em outubro (11h15)
– EUA/NAHB: índice de confiança das construtoras em novembro (12h)
– França: Presidente do BCE, Christine Lagarde, participa de evento da Financi’Elles (13h10)
– EUA/API: estoques de petróleo da semana até 12/111 (18h30)
 Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o índice fechou em queda de 1,17%, a 106.334 pontos, praticamente zerando os ganhos de quinta. O pessimismo foi puxado pelo Magazine Luiza e pela Natura&Co, cujos balanços do terceiro trimestre, divulgados após o fechamento, decepcionaram o mercado.

A varejista fechou em queda de 18,32%, na esteira do anúncio de desaceleração nas vendas do período de julho a setembro, quando teve um tombo de quase 90% no lucro líquido ano a ano. Já a Natura caiu 17,54%, com lucro e Ebtida impactados negativamente pela queda da demanda dos segmentos em que a empresa atua.

O setor de varejo, porém, também marcou presença entre os destaques positivos da sessão. A Lojas Americanas (LAME4), a Americanas (AMER3) e a Atacadão (BRML3) fecharam em altas de 5,61%, 5,83% e CRFB3%, respectivamente.

Maiores altas do Ibovespa

AMER3 +5.83% R$ 37,40
LAME4 +5.61% R$ 6,59
CRFB3 +3.15% R$ 17,35
BRML3 +3.14% R$ 8,53
PETR4 +2.04% R$ 26,99

Maiores baixas do Ibovespa

MGLU3 -18.32% R$ 11,15
NTCO3 -17.54% R$ 33,00
CASH3 -9.37% R$ 3,87
CVCB3 -9.34% R$ 16,59
LWSA3 -8.61% R$ 19,10

💲  Carteiras recomendadas de Novembro/21 completo: Mensal, Small Caps, Dividendos, FII e BDRs💲

Dólar    

dólar comercial: o dólar comercial fechou em R$ 5,4580, com alta de 0,99%. Isso se deve à véspera de feriado no Brasil, com o mercado adotando uma posição mais defensiva e evitando correr riscos. Ainda assim, a moeda norte-americana apresentou desvalorização de 1,16% nesta semana.

Juros

O DI para janeiro de 2023 recuou um ponto-base, a 11,95%; DI para janeiro de 2025 caiu seis pontos-base a 11,69%; e o DI para janeiro de 2027 recuou dois pontos a 11,62%.

Ifix   

O índice fechou a sessão  em queda de -0,15%, aos pontos. A mínima para o dia bateu em 2.615 pontos enquanto a máxima foi de 2.629 pontos. No acumulado para novembro, o índice concentra uma queda de -2,16%. Já no ano, recua -8,78%.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão.

 

 

Deixe um comentário