Kelly Strategic Management apresenta pedido para ETF de futuros de Ethereum

LinkedIn

A empresa de investimentos Kelly Strategic Management, sediada em Denver, entrou com um pedido de um fundo negociado em exchange (ETF) oferecendo exposição a contratos futuros de Ethereum (ETH).

A mudança ocorre apenas três meses depois que a VanEck e a ProShares retiraram repentinamente seus pedidos de ETF de futuros ETH no mesmo dia de agosto.

De acordo com uma solicitação de 29 de novembro junto à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), o Kelly Ethereum Ether Strategy ETF investirá em contratos futuros de Ether liquidados em dinheiro negociados na Bolsa de Valores de Chigago (CME).

O analista sênior de ETF da Bloomberg, Eric Balchunas, observou no Twitter hoje que o ETF de Ether da Kelly pode ter uma chance mínima de 20% de obter aprovação, indagando se a “SEC está pronta para esta nova etapa”.

Na opinião de Balchunas, o presidente da SEC Gary Gensler “não está mentalmente pronto” para aprovar qualquer coisa que não seja um ETF de futuros de Bitcoin (BTC) nesta fase:

“Durante o processo de solicitação de futuros de Bitcoin em agosto, a VanEck e a ProShares solicitaram ETFs de Ether também. A SEC disse-lhes para retirar [os pedidos]. Agora são 3 meses (e 3 lançamentos de ETF de futuros de Bitcoin) depois.”

Balchunas acrescentou que, se os rumores fossem verdadeiros de que a SEC disse à VanEck e à ProShares para retirar seus respectivos pedidos de ETF de Ether, uma vez que forneciam exposição a criptoativos diferentes do BTC, o ETF da Kelly teria 1% de chance de aprovação.

Acabei de bater um papo rápido com @JSeyff e nossas primeiras apostas de aprovação deste ETF são de cerca de 20%, a menos que o boato de @twobitidiot esteja correto, então obviamente cairíamos para menos de 1% (embora ainda vejamos vários ETFs segurando $ETHE) https://t.co/Ba4yRMsGS6

– Eric Balchunas (@EricBalchunas) 29 de novembro de 2021

O pesquisador Jason Lowery comentou “Eu ficaria surpreso se a SEC aprovasse um ETF de ETH porque isso tacitamente sinaliza a aceitação do ETH como não sendo um título não registrado.”

A SEC aprovou múltiplos ETFs de futuros de BTC na segunda metade de 2021, mas parece que o órgão regulador atualmente não está disposto a assinar qualquer tipo de fundo que ofereça exposição à criptomoedas fora dos contratos de futuros de BTC da Bolsa de Chicago.

No início deste mês, Anna Paglia, chefe global de ETFs e estratégias indexadas da Invesco, destacou que a decisão de sua empresa de retirar seu ETF de futuros de Bitcoin foi porque a SEC só aprova ETFs de Bitcoin com 100% de exposição de futuros de Bitcoin.

O ETF da Invesco tinha como objetivo fornecer uma mistura de swaps de futuros, Bitcoin físico e fundos privados na indústria de Bitcoin.

Por Brian Quarmby

Deixe um comentário