Braskem pode ser alienada pela Novonor por meio de oferta pública secundária de ações

LinkedIn

Braskem recebeu de seu controlador, a Novonor, antiga Odebrecht, informação de que está, neste momento, considerando a possibilidade de realização de uma oferta pública secundária de ações.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:BRKM5) nesta quinta-feira (02).

Segundo o comunicado, seriam potencialmente alienadas uma parte ou a totalidade da participação da Novonor nas ações preferenciais de emissão da Braskem.

Além disso, a Novonor informou que, como medida para subsidiar sua decisão, solicitou à Braskem que realize “estudos sobre os impactos, aprimoramentos de governança e providências necessárias para eventual migração da Braskem para o segmento de negociação do Novo Mercado da B3”.

Braskem (BRKM5): lucro líquido de R$ 3,537 bilhões no 3T21

Braskem reverteu o prejuízo de R$ 1,413 bilhão do terceiro trimestre do ano passado em lucro líquido de R$ 3,537 bilhões entre julho e setembro deste ano. Na comparação com o segundo trimestre de 2021, houve, no entanto, uma queda de 52%. Em nove meses, o lucro líquido da companhia chega a R$ 13,455 bilhões.

A forte melhora dos spreads (margens) das principais resinas petroquímicas — polietileno (PE), polipropileno (PP) e PVC —, combinada ao maior volume de químicos e PP nos mercados americano e europeu, explica a melhora de resultados no trimestre.

receita líquida ficou em R$ 28,2 bilhões entre julho e setembro, valor 77% maior do que os R$ 15,9 bilhões registrados no terceiro trimestre de 2020.

Informações Infomoney

Deixe um comentário