Dólar fecha com alta, motivado pelo temor do texto dos precatórios que será aprovado no Senado

LinkedIn

O dólar comercial fechou em R$ 5,6710, com alta de 0,60%. Isso foi motivado pelo temor do texto dos precatórios que será aprovado no Senado, assim como a chance da votação no plenário ser adiada. A identificação da variante Ômicron, nos Estados Unidos, também gerou tensão nos mercados e refletiu no câmbio.

Para a equipe da Ouro Preto Investimentos, “a virada – que também ocorreu lá fora – foi por causa da identificação da nova variante nos Estados Unidos. Já a Correparti fala sobre “as incertezas quanto ao teor do texto final da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios que será aprovado no plenário do Senado”.

Para o head de análise macroeconômica da GreenBay Investimentos, Flávio Serrano, “a tensão com o Ômicron diminui quando existe a percepção de que as coisas não são tão ruins”. Além do apetite ao risco global, Serrano destaca o “ambiente de dólar forte no mundo”.

Serrano ressalta que nas últimas semanas a moeda brasileira se fortaleceu: “O real performou muito melhor que quase todos os seus pares”, pontua.

De acordo com o head de tesouraria da Travelex Bank, Marcos Weigt, “o real tem sido a moeda menos volátil dentre as emergentes, nos últimos 20 dias. O prêmio de risco, tanto em juros quanto no câmbio, ainda é muito grande”.

Apesar da valorização do real, Weigt ainda acha que o mercado está receoso: “Ainda existe cautela com os precatórios. Na hora que isso for resolvido, o dólar cai”, projeta.

Por outro lado, Weigt considera exagerada a preocupação com a aceleração do tapering (remoção de estímulos), anunciada ontem pelo presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell: “Mesmo para 10 anos, a taxa de juros dos Estados Unidos ainda está em pouco mais de 1%”, argumenta.

De acordo com o boletim da Ajax Capital, os “ativos locais devem acompanhar recuperação do exterior. No front político, expectativa de que a PEC dos Precatórios poderá ser votada hoje em 1 turno no Senado também deve animar o mercado”.

Nesta terça, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou, por 16 votos a 10, o substitutivo de Fernando Bezerra (MDB-PE) aos precatórios. Para que isso acontecesse, contudo, o senador teve de aceitar 17 emendas propostas pelos senadores, além de retirar R$ 16 bilhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) do teto de gastos, pagando 40% (R$ 6,8 bilhões) no próximo ano e 30% nos dois anos subsequentes.

Data Compra Venda Variação Variação
01/12/2021  5,6698 5,6708 0,626% 0,0353

💵 Está pensando em viajar? Faça a conversão de moedas gratuitamente!

🇧🇷 – US$ 1 = R$ 5,66

🇪🇺 – US$ 1 = €$ 0,88

🇬🇧 – US$ 1 = £$ 0,75

Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

(Com informações da TC, UOl e Agencia CMA)

Deixe um comentário