Petróleo fecha em queda, após AIE cortar projeção de crescimento global por conta da nova variante Ômicron

LinkedIn

Os preços do petróleo caíram depois que a Agência Internacional de Energia (AIE) disse que a nova variante do coronavírus Ômicron deve prejudicar a recuperação da demanda global, enquanto a oferta da commodity deve aumentar no próximo ano.

“O surgimento de novos casos de covid-19 deve desacelerar temporariamente, e não aumentar, a recuperação da demanda de petróleo que está em andamento”, disse a AIE em seu relatório mensal do petróleo.

Governos ao redor do mundo, incluindo mais recentemente o Reino Unido e a Noruega, aumentaram as restrições para impedir a disseminação da variante Ômicron.

A AIE reduziu sua previsão para a demanda de petróleo neste ano e no próximo em 100 mil barris por dia (bpd) cada, principalmente devido ao golpe esperado no uso de combustível de aviação devido a novas restrições de viagens.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) elevou ontem sua previsão de demanda mundial de petróleo para o primeiro trimestre de 2022 e manteve o cronograma para um retorno aos níveis pré-pandêmicos de uso de petróleo, dizendo que a variante do coronavírus Omicron teria um impacto leve e breve .

Ao mesmo tempo, o Banco de Desenvolvimento Asiático reduziu suas previsões de crescimento para o desenvolvimento da Ásia neste ano e no próximo, para refletir os riscos e incertezas trazidos pela variante, que também pode prejudicar a demanda por petróleo.

Do lado da oferta, a Opep e outros produtores importantes, incluindo a Rússia, um grupo conhecido como Opep+, planejam aumentar gradualmente a oferta a cada mês em 400 mil barris por dia (bpd), depois de cortar drasticamente a produção no ano passado.

“A questão do Ômicron continua incerta e, portanto, os preços no mercado estão instáveis. Eles devem cair até que uma nova notícia sobre a questão seja trazida”, afirmam analistas do ING.

Assim, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para janeiro caiu 1,02%, cotado a US$ 70,73 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para fevereiro recuou 1,14%, cotado a US$ 73,70 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário