Petróleo fecha em queda, com as preocupações em relação à variante Ômicron

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo iniciaram a semana em queda, com as preocupações em relação à variante Ômicron retornando à cabeça dos traders depois de estudos mostrarem que apenas duas doses de vacina não são suficiente para neutralizá-lo.

Duas doses das vacinas produzidas pela Oxford em conjunto com a AstraZeneca ou pela Pfizer em parceira com a BioNTech são substancialmente menos eficazes contra a variante Ômicron do coronavírus em comparação com variantes anteriores, afirma uma pesquisa da Universidade de Oxford.

No entanto, os pesquisadores dizem estar otimistas de que uma injeção de reforço melhoraria a imunidade contra a nova cepa.

O estudo usa amostras de sangue de pessoas 28 dias após a segunda dose de ambas as vacinas. Os cientistas relataram “uma queda substancial” nos anticorpos neutralizantes quando confrontados com a nova variante. Segundo o documento da pesquisa, alguns recipientes da vacina “não conseguiram neutralizar o vírus de forma alguma”.

No entanto, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) manteve praticamente intacta sua previsão de demanda mundial de petróleo para 2022, dizendo que a variante Ômicron teria um impacto moderado à medida que o mundo se acostumasse a lidar com a pandemia.

A OPEP e seus aliados, um grupo conhecido como Opep+, se reunirão no dia 4 de janeiro para decidir sobre sua política de produção.

O ministro do petróleo do Iraque disse no domingo que espera que o cartel mantenha sua política atual de aumentos graduais mensais no fornecimento em 400 mil barris por dia (bpd).

“O medo de um excesso de oferta pode começar a levar os preços para baixo nesses próximos dias”, afirmam analistas do ING.

Os traders também vão se concentrar nesta semana nas decisões de política monetária que devem ser tomadas pelo Banco Central Europeu (BCE), o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), o Banco da Inglaterra (BoE) e o Banco do Japão (BoJ).

O preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para janeiro caiu 0,44%, cotado a US$ 71,36 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para fevereiro recuou 0,85%, cotado a US$ 74,51 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário