Bank of America (BAC, BOAC34) registrou lucro líquido de US$ 7,01 bilhões (ou US$ 0,82 centavos por ação) no 4T21

LinkedIn

O Bank of America (NYSE:BAC) superou na quarta-feira (19) as estimativas de analistas de lucro com taxas recordes de gerenciamento de ativos e bancos de investimento e a liberação de US$ 851 milhões em reservas para perdas com empréstimos.

Resultados:

Lucro por ação (EPS): 82 centavos por ação versus 76 centavos por ação, de acordo com a Refinitiv
Receita: US$ 22,17 bilhões versus US$ 22,2 bilhões

O banco disse que o lucro do quarto trimestre subiu 28%, para US$ 7,01 bilhões, ou US$ 0,82 por ação, superando a estimativa média de US$ 0,76 por ação dos analistas consultados pela Refinitiv. A receita aumentou 10%, para US$ 22,17 bilhões, pouco abaixo da estimativa de US$ 22,2 bilhões.

O Bank of America disse que a qualidade do crédito melhorou durante o trimestre, permitindo liberar os US$ 851 milhões em reservas e registrar um benefício de quase meio bilhão de dólares após US$ 362 milhões em baixas. O banco disse que foi a menor taxa de perda para empréstimos em mais de cinco décadas.

As ações BAC subiram 2,1% nas negociações de pré-mercado.

O Bank of America também é negociado na B3 através do ticker (BOV:BOAC34).
As ações BOAC34 estão com um preço de abertura de R$ 64,53 reais na quarta-feira.

O Bank of America, liderado pelo CEO Brian Moynihan, desfrutou de ventos favoráveis ​​nos últimos meses, com o aumento das taxas de juros e uma recuperação no crescimento dos empréstimos que prometiam aumentar a lucratividade do setor. Mas essa narrativa saiu do curso depois que os bancos começaram a divulgar o impacto da inflação salarial nos resultados.

Os analistas provavelmente perguntarão à administração sobre o impacto da recente decisão do banco de eliminar algumas taxas e reduzir os encargos do cheque especial de US$ 35 para US$ 10.

As ações do Bank of America subiram 4% este ano antes de quarta-feira, abaixo do ganho de 8,6% do KBW Bank Index.

O JPMorgan e o Citigroup relataram os menores ganhos nos últimos sete trimestres, e o Goldman Sachs perdeu as estimativas para o lucro do quarto trimestre por causa das despesas elevadas. O Wells Fargo tem sido o único ponto positivo até agora nos lucros dos bancos, depois de estabelecer metas para receitas de juros mais altas e despesas mais baixas.

Fontes: CNBC, WSJ, FX empire, FX Street, Reuters, The Street, TipRanks

Deixe um comentário