Binance inicia teste piloto com banco colombiano

LinkedIn

Binance e Davivienda, o maior banco da Colômbia em termos de ativos, anunciaram o início das operações financeiras em criptomoedas. A aliança entre as duas empresas faz parte do plano piloto dirigido pela Superintendência Financeira da Colômbia (SFC).

O regulador colombiano aprovou o plano piloto para criptoativos em janeiro do ano passado, mas a execução começou em dezembro. A Binance e a Davivienda esperam capturar inicialmente cerca de 7.000 usuários, que poderão realizar operações de cash in e cash out.

Para isso, os clientes podem usar qualquer uma das quatro criptomoedas autorizadas pelo regulador: Bitcoin (BTC), Ether (ETH) , Litecoin (LTC) e Bitcoin Cash (BCH). Dada a simplicidade com que a plataforma Binance opera, espera-se que os usuários possam realizar suas operações sem contratempos.

“Após o grande desafio que este plano piloto significa, estamos muito satisfeitos ao iniciar as operações”, disse o diretor de operações da Binance Latam, Maximiliano Hinz à mídia local LaRepública.co.

Ele acrescentou que:

“Isso representa uma grande oportunidade para mostrar que estamos no caminho certo, seguindo o que nosso CEO Changpeng Zhao disse, que vamos aproveitar todas as oportunidades que temos para obter licenças em todo o mundo.”

À medida que o piloto termina e a fase de inicialização, acompanhamento e feedback começa, a Binance continuará a expandir para um número maior de usuários em toda a Colômbia.

Binance quer cobrir todo o país

A exchange espera atingir 100% de cobertura no país e continuar atraindo mais clientes interessados ​​no negócio de criptomoedas.

"A Colômbia significa o primeiro de seu tipo na América Latina e representa um grande avanço e precedente na região", disse Hinz.

Ele destacou que sua empresa está muito satisfeita e orgulhosa de trabalhar em coordenação com o regulador colombiano “nesta grande iniciativa para o país e o mundo”.

“E nada melhor do que fazer isso de mãos dadas com o Davivienda, que é um dos bancos mais reconhecidos e inovadores, sempre em benefício dos colombianos, que com isso têm a oportunidade de melhorar a qualidade de suas finanças”, acrescentou o executivo.

Por que você deve se importar

O país é um dos que mais rapidamente adota o uso de criptomoedas na América do Sul. De fato, de acordo com os dados mais recentes da Statista, ocupa o nono lugar no comércio de criptomoedas globalmente.

As informações são do Dailycoin.

Deixe um comentário