CCR firma com a ANTT contrato de concessão da rodovia Presidente Dutra

LinkedIn

A CCR informou que foi celebrado por sua controlada Concessionária do Sistema Rodoviário Rio – São Paulo (CCR RioSP) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o contrato de concessão da rodovia Presidente Dutra, um dos mais importantes trechos rodoviários do país.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:CCRO3) na sexta-feira (28).

O contrato prevê prestação do serviço de exploração da infraestrutura e prestação do serviço público de recuperação, operação, manutenção, monitoração, conservação, implantação de melhorias, ampliação de capacidade e manutenção do nível de serviço do Sistema Rodoviário Rio de Janeiro – São Paulo, sendo: Rodovia BR-116/RJ, entre o entroncamento com a BR-465 no município de Seropédica (km 214,7), e a divisa RJ/SP (km 339,6); Rodovia BR-116/SP, entre a divisa RJ/SP (km 0) e o entroncamento com a BR-381/SP-015, Marginal Tietê (km 230,6); Rodovia BR-101/RJ, entre o entroncamento com a BR-465, no município do Rio de Janeiro (Campo Grande) (km 380,8), e a divisa RJ/SP (km 599); e Rodovia BR-101/SP – entre a divisa RJ/SP (km 0) e Praia Grande, Ubatuba (km 52,1).

A concessão terá um prazo de 30 anos.

A data de assunção e, consequentemente, o termo inicial do prazo da concessão, está prevista para 1° de março de 2022.

“A assinatura do contrato de concessão representa a concretização de mais uma importante etapa do planejamento estratégico do Grupo CCR, que visa o seu crescimento qualificado, disciplina de capital, agregar valor aos acionistas e contribuir para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental das regiões onde atua”, afirmou a CCR em um fato relevante.

O sistema rodoviário BR-116/101/RJ/SP faz a ligação entre as duas maiores regiões metropolitanas do país: Rio de Janeiro e São Paulo, por onde é transportado 50% do Produto Interno Bruto (PIB).

A concessão em questão (BR-116 e BR-101) tem 625,8km de extensão.

Segundo a CCR, serão investidos R$ 13,5 bilhões ao longo de 30 anos de concessão.

“Com os investimentos previstos no edital de concessão, a rodovia Presidente Dutra irá se tornar a via mais avançada em tecnologia do Brasil”, afirmou a CCR.

Já com relação à BR-101, a CCR destacou que a rodovia vai receber obras que vão oferecer mais dinamismo ao tráfego como a duplicação de 80 km, além de 33 km de faixas adicionais ao longo da via e a construção de centenas de estruturas operacionais de apoio ao motorista.

Informações FinanceNews

Deixe um comentário