Dow Jones e S&P 500 iniciam o ano com fechamentos recordes; Tesla impulsionou Nasdaq na segunda-feira

LinkedIn

As ações subiram na segunda-feira (03), quando os investidores começaram o novo ano apostando que a economia poderia superar o último aumento dos casos da Covid-19 e elevar duas de suas ações favoritas a marcos significativos.

As ações da Apple ganharam para se tornar a primeira empresa com uma avaliação de mercado de US$ 3 trilhões, e as ações da Tesla saltaram 13,5% em um único dia.

O Dow Jones subiu 246,76 pontos, ou +0,68%, para bater um recorde de 36.585,06. O S&P 500 também atingiu um fechamento recorde, ganhando +0,64% para atingir 4.796,56. O Nasdaq liderou os ganhos avançando +1,20%, para 15.832,80.

O rendimento dos títulos deu um salto no início do ano, com o rendimento do Tesouro de 10 anos chegando a 1,6%. Isso deu um impulso às ações dos bancos, com o Bank of America subindo 3,7%. Wells Fargo ganhou 5,7% após uma elevação do Barclays.

As ações da Apple subiram 2,7%, atingindo um novo recorde e atingindo uma capitalização de mercado de US$ 3 trilhões, tornando-se a primeira empresa dos Estados Unidos a fazê-lo e triplicando sua avaliação em menos de quatro anos.

A Tesla ajudou a gerar um pouco do ímpeto na segunda-feira, saltando depois que a empresa de veículos elétricos relatou 308.600 entregas no quarto trimestre, superando as expectativas. Junto com a Tesla, as grandes montadoras também viram suas ações subirem. A Ford Motor e a General Motors subiram cerca de 1% e 4%, respectivamente.

As ações vinculadas à reabertura econômica avançaram na segunda-feira. As companhias aéreas aumentaram à medida que os investidores ignoraram as preocupações com o cancelamento de voos durante o feriado, que se estenderam até segunda-feira. American e United adicionaram cerca de 4%. Norwegian Cruise Line e Carnival Corp estiveram entre os maiores ganhadores do S&P 500, adicionando cerca de 6% e 5%, respectivamente. As ações dos cassinos também subiram, com Las Vegas Sands subindo 2% e Wynn Resorts 3%.

As ações têm tendência a subir no início de um novo ano, à medida que os investidores procuram colocar dinheiro novo para trabalhar, observou o Bank of America na segunda-feira. O S&P 500 subiu na primeira semana do ano civil em 11 dos últimos 13 anos, com um ganho médio de cerca de 1,6%, apurou a empresa.

Os movimentos de segunda-feira vieram depois que os mercados fecharam um forte 2021 na semana passada. O S&P 500 subiu quase 27% no ano, com o Nasdaq Composite e o Dow Jones também apresentando grandes retornos. As ações caíram ligeiramente na sexta-feira, mas o S&P 500 e o Dow Jones fecharam a última semana do ano positivos.

Gráfico candle de 1 ano do S&P 500 - br.advfn.com

Gráfico candle de 1 ano do S&P 500 – br.advfn.com

Ainda assim, a incerteza em torno da pandemia da Covid-19 permanece para o início do ano. A ascensão da variante Ômicron ajudou a levar a milhares de cancelamentos de voos durante a temporada de férias e levou algumas empresas e escolas a considerarem fechamentos temporários. Além disso, vários grandes bancos de Wall Street pediram aos funcionários que trabalhassem em casa nas primeiras semanas de janeiro.

Embora a rápida disseminação da variante ômicron tenha se refletido nos números dos casos, os dados mostram que isso não levou a um grande aumento nas hospitalizações e o apetite dos investidores pelos fabricantes de vacinas foi subjugado. Eles estavam entre os maiores declínios na segunda-feira, com Moderna e BioNTech caindo cerca de 7% e 8%, respectivamente. A Pfizer caiu 3%.

O especialista em doenças infecciosas, Dr. Anthony Fauci, disse ao programa “This Week” da ABC no domingo que as autoridades de saúde dos EUA podem em breve atualizar as diretrizes para incluir uma recomendação de teste para sinalizar quando uma pessoa com teste positivo para Covid-19 pode deixar o isolamento.

A inflação e a política monetária são temas-chave para 2022, já que os investidores esperam que o Federal Reserve aumente as taxas várias vezes no próximo ano para ajudar a esfriar o aumento dos preços para os consumidores. Essas taxas mais altas não seriam necessariamente uma coisa ruim, pois indicariam o vigor da economia, mas é algo que as ações precisam avançar para chegar ao outro lado em território positivo.

Deixe um comentário