Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha em alta de 1,19% e todos os destaques de hoje (27/01/2022)

LinkedIn

O Ibovespa fechou em alta de 1,19%, a 112.611 pontos, enquanto os mercados globais continuam digerindo a decisão de política monetária dos Estados Unidos anunciada ontem (26). Aqui, os efeitos são amortecidos por conta da entrada de recursos estrangeiros no mercado doméstico.

“O fluxo é bastante relevante, e isso tem sustentado a alta da Bolsa nos últimos dias. A gente viu uma recuperação das commodities, depois dos grandes bancos, e agora vemos uma retomada do setor de varejo”, diz Natalia Monaco, estrategista da Veedha Investimentos.

Em Wall Street, as bolsas encerraram o dia no vermelho, após registrarem ganhos por boa parte do dia.

A inversão de sentido ocorreu por pressão da uma queda de mais de 11% nas ações da Tesla (TSLA), após a fabricante de carros elétricos alertar que os problemas da cadeia de abastecimento durarão pelo resto do ano. “Nossas fábricas estão funcionando abaixo da capacidade há vários trimestres”, afirmou a empresa em comunicado.

Por outro lado, o Departamento de Comércio informou hoje que o crescimento econômico dos Estados Unidos acelerou no quarto trimestre, registrando o seu melhor desempenho em quase quatro décadas. O PIB (Produto Interno Bruto) aumentou a uma taxa anualizada de 6,9% no último trimestre, ante expectativa de alta de 5,5%.

O dado foi apoiado por empresas que reabasteceram os estoques que se esgotaram para atender à forte demanda por bens no final do ano passado.

O dólar encerrou o dia em queda de 0,35%, negociado a R$ 5,4228 na venda. A divisa brasileira segue beneficiada por fluxos recentes a mercados “descontados”, com o Brasil aparecendo entre os primeiros lugares da fila.

➡️ Veja o fechamento desta quinta-feira:

🇧🇷 IBOV: +1,19% a 112.611 pts
🏢 IFIX: -0,21% a 2.767 pts
💵 Dólar: -0,35% a R$ 5,4228
💶 Euro: -1,33% a R$ 6,0415
💰Bitcoin: -2,58% a R$ 194.886

🇺🇸 Nova York

Dow Jones: -0,02% a 34.160 pts
S&P 500: -0,54% a 4.326 pts
Nasdaq: -1,40% a 13.352 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
03/01/2022 -0,9% 103.921,59 R$ 24,2 bilhões
04/01/2022  -0,39%  103.513,64 R$ 27,8 bilhões
05/01/2022  -2,4% 101.005,64 R$ 29,7 bilhões
06/01/2022 0,6%  101.561,05 R$ 30,6 bilhões
07/01/2022 1,1% 102.719,47 R$ 30,1 bilhões
10/01/2022 -0,8% 101.945,20  R$ 24,3 bilhões
11/01/2022 1,8% 103,778,98 R$ 30,4 bilhões
12/01/2022 1,8% 105.685,66 R$ 41,7 bilhões
13/01/2022 -0,1%  105,529,50  R$ 32,6 bilhões
14/01/2022 1,3% 106.927,79 R$ 31,2 bilhões
17/01/2022  -0,5% 106.373,87  R$ 30 bilhões
18/02/2022  0,3%  106.667,66 R$ 29,2 bilhões
19/01/2022  1,3%  108.013,47 R$ 29,3 bilhões
20/01/2021 1,0% 109.101,99 R$ 35,1 bilhões
21/01/2022 -0,1%  108.941,68 R$ 29,9 bilhões
24/02/2021 -0,92% 107.937,11 R$ 34,8 bilhões
25/01/2022 2,1%  110.203,77 R$ 34 bilhões
26/01/2022 1,0% 111.289,18 R$ 40,2 bilhões
27/01/2022 1,2%  112.611,65  R$ 35,3 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

MGLU3: +6,96% a R$ 7,22
BIDI11: +6,28% a R$ 25,72
VIIA3: +6,21% a R$ 4,62
BBSE3: +5,91% a R$ 22,39
CRFB3: +5,75% a R$ 16,55

  • BAIXAS IBOVESPA

GNDI3: -4,70% a R$ 68,40
HAPV3: -3,43% a R$ 12,12
NTCO3: -3,24% a R$ 22,99
MRFG3: -2,99% a R$ 22,39
PETZ3: -2,78% a R$ 17,51

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    Azul (AZUL4)

    Latam “rejeitou totalmente” a oferta da Azul de comprar a operadora que está em processo de recuperação judicial, embora a venda seja um negócio melhor para os credores, segundo argumenta a Azul em novos documentos judiciais. Saiba mais…

    Arezzo (ARZZ3)

    O conselho de administração da Arezzo aprovou a realização de oferta pública de distribuição de ações. A oferta restrita consistirá na distribuição pública primária de, inicialmente, 7.500.000 novas ações. Saiba mais…

    Banco Modal (MODL11)

    O Banco Modal obteve autorização para adquirir a Galapos Consultoria e Participações. De acordo com o Banco Central, a instituição financeira deverá comunicar todas as alterações a cerca da companhia adquirida. Saiba mais…

    Braskem (BRKM5)

    A Petrobras e a NSP Investimentos (Novonor, antiga Odebrecht, em recuperação judicial) – controladores da Braskem – registraram pedido de oferta pública de distribuição secundária de ações, simultânea no Brasil e no exterior, que pode movimentar até R$ 8,06 bilhões. Saiba mais…

    BRB (BSLI3/BLSI4) e Wiz (WIZS3)

    O Banco de Brasília e a Wiz Soluções lançaram, a BRB Seguros, joint venture entre as duas instituições que terá produtos de seguridade, capitalização, previdência e consórcio. A distribuição se dará pelos canais do banco estatal. Saiba mais…

    BTG Pactual (BPAC11)

    O BTG Pactual anunciou a aquisição de 100% da carteira de varejo da corretora Planner Investimentos, uma das mais tradicionais do mercado financeiro de São Paulo. Saiba mais…

    Carrefour (CRFB3)

    O Carrefour espera que o tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decida até junho de 2022 a forma definitiva das recomendações da Superintendência-Geral do órgão sobre a compra do Grupo Big pelo Atacadão, afiliada brasileira do Grupo Carrefour. Saiba mais…

    ClearSale (CLSA3)

    A Clear Sale divulgou a aquisição total das ações que representam o capital social da ChargebackOps. Saiba mais…

    Cosan (CSAN3)

    A Cosan celebrou um contrato com a NSTech para vender 20% do capital social de sua controlada Trizy, plataforma digital de serviços para caminhoneiros da companhia, por R$ 40 milhões, em duas parcelas. O aporte vai ajudar a empresa a melhorar as funcionalidades do aplicativo para caminhoneiros e as soluções para transportadoras. Saiba mais…

    CSN (CSNA3)

    CSN reduziu para nível 1 o protocolo de emergência da barragem B2, na mina de Fernandinho, em Minas Gerais, após trabalhos de melhoria na estrutura. Saiba mais…

    Energisa (ENGI11)

    A Energisa aderiu ao fundo Floresta Viva, lançado pelo BNDES, para investir em restauração florestal.

    Eneva (ENEV3)

    A Eneva divulgou o resultado da auditoria de suas reservas e recursos em campos, áreas e blocos nos quais detém participação nas Bacias do Parnaíba, do Amazonas e do Solimões. Saiba mais…

    Equatorial (EQTL3)

    O Conselho de Administração da Equatorial aprovou a realização de oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 87.700.000 ações ordinárias de sua emissão. Saiba mais…

    Hermes Pardini (PARD3)

    A Hermes Pardini informou que o volume de testes RT-PCR para detecção de covid-19 em todo o Brasil registra recuo de 6,6% na última semana na comparação com a semana anterior.

    Hypera (HYPE3) 

    O conselho de Administração da Hypera Pharma aprovou a 12ª emissão de debêntures simples – que não são convertidos em ações, e o valor total do montante, é de R$ 500 milhões. Saiba mais…

    Itaú Unibanco (ITUB3/ITUB4)

    A unidade internacional do Itaú BBA, braço do Itaú Unibanco, fez o Brasil voltar ao mercado suíço após quase oito anos nesta quarta-feira, quando emitiu um bônus em franco suíço, informou o IFR, serviço da Refinitiv. Saiba mais…

    Minerva (BEEF3)

    A Minerva concluiu o cancelamento e a recompra de mais uma parcela dos Bonds 2028 e 2031. Saiba mais…

    Oi (OIBR3/OIBR4)

    A Oi convocou assembleia geral de acionistas, para esta quinta-feira (27), para deliberar sobre a proposta de incorporação, pela companhia, de sua subsidiária Oi Móvel S.A. Saiba mais…

    Pague Menos (PGMN3)

    A Pague Menos anunciou o lançamento da sua agenda estratégica de sustentabilidade com compromissos e metas de curto, médio e longo prazo, além de nova seção em seu site de relações com investidores dedicada aos temas Environmental, Social and Governance (ESG). Saiba mais…

    Petrobras (PETR3/PETR4)

    Os acionistas da Petrobras vão eleger um novo conselho de administração no dia 13 de abril, na Assembleia Geral Ordinária (AGO) de 2022, quando vencem os mandatos de três conselheiros, após dois anos de suas eleições. Como o estatuto social da empresa e a Lei das Estatais preveem gestão unificada dos membros do colegiado, quando cai um deles, caem todos e um novo conselho tem que ser referendado pelos acionistas em assembleia. Saiba mais…

    PetroRio (PRIO3) 

    A PetroRio comunicou que a 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro acolheu parcialmente, o recurso da empresa contra decisão do dia 22/1. Saiba mais…

    Suzano (SUZB3)

    Suzano aumentou preços da tonelada de celulose vendida para Europa e América do Norte a partir de fevereiro, seguindo reajuste anunciado mais cedo neste mês para clientes na Ásia, informou uma fonte do mercado. Saiba mais…

    Via (VIIA3)

    A agência de classificação de risco S&P reduziu a perspectiva da nota de crédito do grupo de varejo Via para negativa, citando dificuldades para a empresa conseguir reduzir alavancagem nos próximos trimestres por causa da deterioração do ambiente macroeconômico. Saiba mais…

    Weg (WEGE3) 

    A Weg teve a compra de indústria de transformadores Balteau aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) sem restrições. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário