Méliuz registra GMV de R$ 1,7 bilhão no 4T21

LinkedIn

O Méliuz divulgou a prévia operacional do quarto trimestre de 2021 (4T21).

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CASH3) nesta quinta-feira (27).

A companhia finalizou o 4T21 com um total de 22,4 milhões de contas, um crescimento de 1,6 milhão em relação ao 3T21, quando fechou com 20,8 milhões, e de 8,4 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior, quando alcançou 14 milhões.

“Tivemos um sólido crescimento na base de usuários mesmo com a pausa das campanhas de marketing para aquisição de novos clientes para o cartão de crédito co-branded, fruto da estratégia adotada ao longo de 2021 com objetivo de atrair e reter os usuários, que vão viabilizar o crescimento sustentável da companhia nos próximos anos”, explicou a companhia.

Volume de vendas (GMV)

A companhia afirmou que atingiu o melhor resultado da história em GMV (volume de vendas).

Considerando apenas o Méliuz (excluindo as outras empresas do grupo), alcançou um GMV de R$ 1,7 bilhão no 4T21, um crescimento de 52% contra o 3T21 e 77% contra o mesmo período do ano anterior.

Em relação às demais empresas do grupo, reportou um GMV de R$ 267 milhões para a Picodi e de R$ 80 milhões para a Promobit no 4T21, totalizando R$ 2 bilhões de GMV na visão consolidada no trimestre.

No shopping internacional apresentou um crescimento de 14% contra o 3T21, segundo a empresa, devido a sazonalidade do período.

Já a Promobit apresentou um crescimento de 62% contra o 3T21, explicado pelo aumento das campanhas e ações durante o período da Black Friday.

“Finalizamos 2021 com um GMV total de R$ 5,5 bilhões, sendo R$ 4,5 bilhões referentes ao Méliuz, R$ 852 milhões referentes a nossa vertical shopping internacional (contemplando a partir de março de 2021) e R$ 161 milhões à Promobit (contemplando a partir de maio de 2021)”, informou o Méliuz.

Cartão de crédito Méliuz

A companhia informou que no dia 31 de janeiro os usuários começarão a ter acesso a um App totalmente remodelado que trará uma experiência ainda melhor com a integração da vertical shopping (marketplace) com a de serviços financeiros.

Também divulgou que a lista de espera para o novo cartão de crédito Méliuz já superou os 700 mil inscritos.

Outros números

O ritmo médio de abertura de contas no 4T21 foi de 27 mil contas por dia útil, contra 30 mil no 3T21.

Segundo a empresa, a desaceleração já era esperada no período por conta do término do contrato referente ao cartão de crédito co-branded em priorização ao cartão de crédito próprio do Méliuz, que será lançado em breve.

Nos últimos 12 meses, findos em 31 de dezembro de 2021, a empresa atingiu um total de 9,4 milhões de usuários ativos.

O número de usuários ativos permaneceu em linha com o trimestre anterior (9,5 milhões) mesmo com a pausa das campanhas de marketing para aquisição de novos clientes para o cartão de crédito co-branded e representou um crescimento de 76% em comparação ao 4T20, quando a companhia alcançou 5,3 milhões.

VISÃO DO MERCADO

Itaú BBA

O Itaú BBA diz que o crescimento do GMV do Méliuz foi relativamente positivo no 4T21, com uma aceleração em relação ao desempenho do 4T20 e representa uma vantagem para a estimativa de crescimento de GMV de 45% na base anual para o 4T21. Também destaca a notícia de um aumento recorde de 120% em relação ao ano anterior em novos compradores, que, juntamente com a taxa de retenção efetiva da empresa, abrirá caminho para o crescimento de longo prazo.

Itaú BBA mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 10,70…

Informações FinanceNews

Deixe um comentário