Petrobras: Cade abre investigação para apurar possível abuso de posição dominante por parte da companhia

LinkedIn

Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu uma investigação para apurar “possível abuso de posição dominante, por parte da Petrobras, no mercado de combustíveis“, conforme a assessoria do órgão confirmou à Reuters nesta terça-feira.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) nesta quinta-feira (18).

A estatal tem até 21 de janeiro para prestar esclarecimentos acerca do aumento dos preços da gasolina e do diesel anunciados pela companhia na semana passada.

A Superintendência-Geral do Cade faz uma lista de questionamentos à Petrobras, como custo mensal para importação e exportação de petróleo e para cada derivado, política remuneratória e de participação de lucros e resultados de diretores e funcionários da empresa e a composição do preço de paridade de importação (PPI) entre janeiro de 2017 e dezembro de 2021.

A companhia tem sido alvo de críticas do próprio presidente Jair Bolsonaro por causa dos constantes aumentos no preço dos combustíveis.

Procurada, a empresa não respondeu imediatamente a pedidos de comentários.

A Petrobras tem reiterado seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato para os preços internos, das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais.

Informações Reuters

Deixe um comentário