Texas Instruments (TXN, TEXA34) registrou lucro líquido no quarto trimestre de US$ 2,14 bilhões

LinkedIn

Executivos da Texas Instruments Inc. (NASDAQ:TXN) disseram na terça-feira (25) que estão colocando mais ênfase no atendimento a clientes industriais e automotivos, que foram os mercados finais mais atingidos durante a escassez global de chips, à medida que as vendas continuaram a crescer.

Em uma ligação com analistas após a divulgação dos resultados, David Pahl, chefe de relações com investidores da TXN, disse que a empresa está colocando “ênfase estratégica adicional no setor industrial e automotivo”. Pahl disse que as vendas industriais representaram 41% da receita do ano, com as vendas de automóveis representando 21% das vendas.

No ano, a Texas Instruments registrou US$ 18,34 bilhões em receita, um ganho anual de 27%.

“Essas tendências resultaram e continuarão a resultar no crescimento do conteúdo de chip para aplicação, o que impulsionará um crescimento mais rápido em comparação com outros mercados”, disse Pahl. Para esse fim, Pahl disse que a empresa continua aumentando a capacidade de forma incremental, como tem feito a cada trimestre.

Enquanto os eletrônicos pessoais representaram 24% da receita anual, Pahl disse que essas vendas caíram “um dígito” no quarto trimestre em relação ao ano anterior.

Dando início à temporada de lucros para os fabricantes de chips dos EUA, os resultados e as previsões da Texas Instruments superaram as expectativas de Wall Street.

A empresa registrou lucro líquido no quarto trimestre de US$ 2,14 bilhões, ou US$ 2,27 por ação, em comparação com US$ 1,69 bilhão, ou US$ 1,80 por ação, no mesmo período do ano passado.

A receita subiu para US$ 4,83 bilhões, de US$ 4,08 bilhões no mesmo trimestre do ano passado.

Analistas consultados pela FactSet previam lucro de US$ 1,95 por ação e receita de US$ 4,43 bilhões, com base na perspectiva da empresa de US$ 1,83 a US$ 2,07 por ação, com receita de US$ 4,22 bilhões a US$ 4,58 bilhões.

A Texas Instruments disse que espera lucro no primeiro trimestre de US$ 2,01 e US$ 2,29 por ação, com receita de US$ 4,5 bilhões a US$ 4,9 bilhões, enquanto analistas, em média, previam lucro de US$ 1,87 por ação e receita de US$ 4,37 bilhões.

As vendas de eletrônicos analógicos, que convertem dados do mundo real, como som ou temperatura em dados digitais, aumentaram 20%, para US$ 3,76 bilhões em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto analistas previam US$ 3,5 bilhões. As vendas de processadores embarcados, que pegam esses dados digitais e os usam para executar tarefas específicas, aumentaram 6%, para US$ 764 milhões, com analistas esperando US$ 698,5 milhões.

As ações da Texas Instruments subiram cerca de 2,1% nas negociações de quarta-feira, a US$ 177,59.

A Texas Instruments também é negociada na B3 através do ticker (BOV:TEXA34).

As ações TEXA34 subiram cerca de 2,9% na quarta-feira, a R$ 64,90 reais, no momento da publicação.

Com informações de MarketWatch.

Deixe um comentário