Preços ao produtor na zona do euro subiu 2,9% em dezembro

LinkedIn

Os preços ao produtor na zona do euro saltaram a uma taxa recorde em dezembro, como esperado, devido ao aumento nos custos de energia, mostraram dados nesta quinta-feira, indicando contínua pressão sobre a inflação ao consumidor.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que os preços nos portões das fábricas dos 19 países que usam o euro, subiram 2,9% em dezembro sobre o mês anterior e dispararam 26,2% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Essa leitura anual foi a mais elevada na série histórica iniciada em janeiro de 1996, disse a Eurostat.

Economistas consultados pela Reuters esperavam aumento mensal de 2,8% e alta de 26,1% na base anual.

A leitura de dezembro foi principalmente influenciada pelo aumento mensal de 7,0% nos preços da energia, com disparada anual de 73,4%.

Sem o componente volátil da energia, os preços ao produtor subiram apenas 0,5% no mês e 10% contra um ano antes.

Os preços ao produtor tipicamente se traduzem, com atraso, em inflação para os consumidores, já que a indústria repassa seus custos.

Informacões Reuters

Deixe um comentário