Bom dia ADVFN - Dados fortes da China, sob os impactos da guerra, Copom inicia reunião hoje para definir a Selic e mais

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  15 de março de 2022, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

📣  Confira as principais manchetes dos jornais de hoje 📰

Bolsas mundiais:  Os futuros americanos e as bolsas da Europa operam em baixa, enquanto os investidores continuam monitorando os desenvolvimentos no conflito Rússia-Ucrânia e aguardam uma importante decisão de política do Federal Reserve (Fed).

Na Ásia, as bolsas fecharam sem sentido único. Os dados divulgados hoje mostraram que a produção industrial chinesa aumentou 7,5% em janeiro e fevereiro em relação ao ano anterior, acima do aumento de 3,9% previsto por analistas em uma pesquisa da Reuters. As vendas no varejo na China nos dois primeiros meses de 2022 também superaram as expectativas, ganhando 6,7% em janeiro e fevereiro, em comparação com as expectativas de um aumento de 3% por analistas em uma pesquisa da Reuters.

Na Europa, os mercados operam em baixa, refletindo a queda de ações na sessão asiática onde apenas o Nikkei ficou no terreno positivo, ainda assim em leve alta. As bolsas da China caíram forte em razão do lockdown decretado em Xangai e Shenzhen diante de novos casos de Covid nestas duas importantes cidades.

Nos Estados Unidos, Os índices futuros operam no terreno negativo no momento. Espera-se amplamente que o Fed eleve sua taxa de juros em 0,25 ponto percentual. As crescentes preocupações inflacionárias pesarão na reunião de dois dias do Fed, que inicia hoje. O lockdown na China pode piorar os problemas da cadeia de suprimentos, depois que um aumento nos casos de Covid-19 suspendeu a produção em cidades como Shenzhen, uma importante cidade manufatureira. Conversas entre autoridades russas e ucranianas aconteceram ontem em uma tentativa de estabelecer um cessar-fogo sólido e encontrar espaço para qualquer compromisso entre as demandas da Rússia e da Ucrânia. Mas, como as tentativas anteriores, a quarta rodada de discussões terminou com pouco progresso. As negociações serão retomadas nesta terça-feira.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 97,25 com baixa de 5,59%. O Brent opera em baixa de 5,47%, negociado a US$ 100,98.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 38.417,02 (-1,70%). O ouro  é negociado a US$ 1.931,65 por onça-troy (-1,49%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro: O minério de ferro é negociado na bolsa de Dalian teve queda de 4,61%, a 756,00 iuanes, o equivalente a US$ 118,63.

Coronavírus

O mundo registra 459.824.017 casos de coronavírus e 6.045.965 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

O Brasil registrou 171 mortes e 11.287 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados na segunda-feira (14) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A média móvel de óbitos está em queda desde 11 de março e chegou a 415. Já a média de casos está em 44.371. Ao todo, o país registrou 655.249 mortes e 29.380.063 casos de Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020.

Brasil

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomou ontem (14) o serviço de agendamento presencial nas agências de todo o país. A modalidade , que permite marcar um horário para ser atendido, foi suspensa em função da pandemia de covid-19.

Poderes

O Ministério Público Junto ao TCU solicitou na segunda-feira que a Corte apure uma possível interferência indevida do governo na Petrobras e em sua política de preços.

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, disse que não pedirá demissão do cargo. O general da reserva salientou que o país enfrenta impactos referentes ao que chamou de duas guerras: a pandemia do coronavírus e o conflito no Leste Europeu.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA) ingressaram, na segunda-feira, com Ação Civil Pública na Justiça Federal da Bahia, por práticas nocivas à economia local. A ação pede a imediata paralisação dos trâmites finais do processo de privatização da antiga Refinaria Landulpho Alves (RLAM), atual Refinaria Mataripe, vendida em dezembro do ano passado.

Economia

Confira o Calendário de Balanços 4T21

O impacto da guerra no Leste Europeu chegou ao consumidor brasileiro, após o megarreajuste da Petrobras em vigor desde sexta-feira. E tudo indica que a situação vai piorar. O boletim semanal Focus, do Banco Central, apresentou forte deterioração das previsões do mercado, com as perspectivas para o custo de vida cada vez mais desancoradas das metas de inflação. Analistas não descartam mudanças da meta se não houver controle da carestia nos próximos meses. O boletim semanal Focus, do Banco Central, surpreendeu ontem. Pela nona vez consecutiva, a mediana das estimativas do mercado para a alta do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano foi corrigida para cima. Mas, na segunda-feira, disparou de 5,65% para 6,45%. E, para 2023, a mediana das previsões passou de 3,51% para 3,70%, patamar que inspira preocupação.

As instituições financeiras ouvidas pelo Banco Central (BC) na pesquisa Focus elevaram de 8,25% para 8,75% a previsão para a taxa básica de juros (Selic) ao final de 2023. Para 2022, a estimativa para a taxa Selic subiu de 12,25% para 12,75%.

A guerra entre Rússia e Ucrânia mudou a dinâmica do mercado internacional de combustíveis. A escassez de oferta tirou de cena os pequenos importadores no Brasil, e até mesmo as grandes empresas sentem a redução de oferta de produtos, especialmente no segmento de óleo diesel. O cenário reflete o apetite da Europa em fazer estoques para evitar apagão no caso de um corte de gás mais intenso da Rússia, já que o diesel pode ser um substituto para o gás. A maior parte desses estoques é comprada dos EUA.

Sob receio dos impactos da guerra no Leste europeu sobre a inflação, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) começa hoje (15) a segunda reunião do ano para definir a taxa básica de juros, a Selic. Amanhã, ao fim do dia, o Copom anunciará a decisão.

Agenda Econômica

 🇸🇦 Opep+ – Reunião de países e membros (00h00) ⭐️
🇬🇧 Taxa de desemprego mensal (04h00)
🇪🇺 Produção industrial mensal e anual (07h00)
🇪🇺 Índice ZEW de percepção econômica mensal (07h00)
🇩🇪 Índice ZEW de percepção econômica mensal (07h00)
🇺🇸 Índice de preço ao produtor mensal e anual (09h30)
🇺🇸 Índice de manufatura Empire State mensal (09h30)
🇺🇸 Índice de preço ao produtor mensal e anual (09h30)
🇧🇷 Tesouro Nacional – Leilão de títulos (10h30) ⭐️
🇧🇷 BC – Primeiro dia da reunião do Copom – parte 1 (11h00) ⭐️
🇧🇷 BC – Primeiro dia da reunião do Copom – parte 2 (14h00) ⭐️
🇺🇸 Variação de estoques de petróleo API (18h30)
🇯🇵 Balança comercial mensal (20h50)
Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o ibovespa fechou a sessão em baixa de 1,60%, a 109.927 pontos, revertendo a abertura no azul em meio a negociações diplomáticas entre Rússia e Ucrânia. O índice foi puxado pelas ações da Vale (VALE3) e outras empresas do setor de commodities. As mineradoras e siderúrgicas reagiram à forte queda do minério de ferro no mercado internacional, com uma nova onda de Covid-19 na China e a perspectiva de novos lockdowns no país asiático.

💲 Carteira Mensal💲

Maiores altas do Ibovespa

JSHF3: +6,24% a R$ 5,11
SANB11: +4,36% a R$ 33,74
SBSP3: +1,41% a R$ 42,43
ITUB4: +1,41% a R$ 25,19
PCAR3: +1,31% a R$ 22,43

Maiores baixas do Ibovespa

MGLU3: -6,33% a R$ 5,33
CMIN3: -6,21% a R$ 6,04
CSNA3: -5,83% a R$ 24,37
PRIO3: -5,42% a R$ 23,56
VALE3: -5,36% a R$ 91,60

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

Dólar    

O dólar fechou em alta de 1,30%, cotado a R$ 5,1190. Após apresentar volatilidade durante a manhã, a moeda ganhou força devido à queda global das commodities e o novo avanço da variante Ômicron na China, que acarretou um novo lockdown e colocou em dúvida a retomada econômica chinesa.

Juros

O DI para janeiro de 2022 tinha taxa de 13,275% de 13,115% no ajuste anterior; o DI para janeiro de 2023 projetava taxa de 13,210%, de 12,975%, o DI para janeiro de 2025 ia a 12,680%, de 12,415% antes.

Ifix   

O índice fechou a sessão em baixa de 0,56% aos 2.704 pontos. No acumulado para março, o índice está negativo em 1,33% ao passo que, no ano, cai 3,74%. A movimentação financeira para hoje foi de R$ 211,26 milhões.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão.

Deixe um comentário