Dow Jones caiu mais de 400 pontos na quarta-feira enquanto os preços do petróleo escalaram

LinkedIn

Os índices de ações dos EUA caíram na quarta-feira (23) com a alta dos preços do petróleo, renovando os temores de inflação.

O Dow Jones caiu 448,96 pontos, ou 1,36%, para 34.358,50 pontos. O S&P 500 caiu 1,29%, para 4.456,24 pontos. O Nasdaq Composite caiu 1,40%, para 13.922,60 pontos.

Os investidores digeriram as últimas notícias sobre a guerra Ucrânia-Rússia. O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy pediu mais pressão sobre a Rússia de outros países, já que o conflito parece estar entrando em um impasse.

Os preços do petróleo subiram no dia, com o petróleo WTI de referência dos EUA ganhando cerca de 5%, para quase US$ 115 por barril. O petróleo Brent, referência internacional de petróleo, avançou mais de 5%, atingindo US$ 121 por barril.

O rendimento do Tesouro dos EUA em 10 anos ultrapassou 2,41% na alta da sessão de quarta-feira, a maior desde maio de 2019. A taxa básica de juros subiu desde o início da semana, quando o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, prometeu ser agressivo com a inflação. Na semana passada, o Fed elevou as taxas de juros pela primeira vez desde 2018.

As ações de energia subiram na quarta-feira, acompanhando a alta dos preços do petróleo. Hess e Diamondback Energy foram os dois principais ganhadores no S&P 500, subindo 4,6% e 3,9%, respectivamente.

A General Mills subiu 2,5% depois que a fabricante de alimentos divulgou lucros trimestrais melhores do que o esperado na quarta-feira e elevou sua perspectiva para o ano inteiro.

No lado negativo, as ações da Adobe caíram 9,3% depois que a empresa previu lucro e receita abaixo do esperado em seu segundo trimestre fiscal.

Wall Street está saindo de um pregão forte na terça-feira, no qual o Dow Jones saltou mais de 250 pontos e o S&P 500 subiu 1,1%.

Todas os três índices estão a caminho de fechar o mês com mais de 1% de alta. O S&P 500 recuperou suas perdas desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em fevereiro.

Com informações de CNBC

Deixe um comentário