Resultados do primeiro trimestre da Microsoft superam em todos os níveis

LinkedIn

As ações da Microsoft (NASDAQ:MSFT) caíram 1% nas negociações estendidas na terça-feira, embora a fabricante de software tenha divulgado resultados fiscais do terceiro trimestre que superaram as expectativas dos analistas.

A Microsoft também é negociada na B3 através do ticker (BOV:MSFT34).

Resultados:

  • Lucro por ação (EPS): US$ 2,22 por ação, ajustado, contra US$ 2,19, conforme esperado pelos analistas, de acordo com a Refinitiv.
  • Receita: US$ 49,36 bilhões, contra US$ 49,05 bilhões, conforme esperado pelos analistas, de acordo com a Refinitiv.

A receita da Microsoft aumentou 18% ano a ano no trimestre, que terminou em 31 de março, ante 20% no trimestre anterior, segundo comunicado. As despesas com vendas e marketing totalizaram US$ 5,6 bilhões, 10% acima do trimestre do ano anterior e o crescimento mais rápido em mais de três anos.

O segmento Intelligent Cloud da empresa, que contém a nuvem pública Azure da Microsoft para hospedagem de aplicativos, juntamente com SQL Server, Windows Server e serviços corporativos, gerou US$ 19,05 bilhões em receita. Isso representa um aumento de 26% e acima do consenso de US$ 18,90 bilhões entre os analistas consultados pela StreetAccount.

A receita do Azure e de outros serviços em nuvem aumentou 46% no trimestre, em comparação com o crescimento de 46% no trimestre anterior. A expectativa era de 45,3%, de acordo com uma pesquisa da CNBC com 13 analistas, enquanto os analistas consultados pela StreetAccount esperavam um crescimento de 43,6%.

O segmento de Produtividade e Processos de Negócios da Microsoft, contendo software de produtividade Office, LinkedIn e Dynamics, registrou US$ 15,79 bilhões em receita no trimestre, um aumento de cerca de 17% e um pouco mais do que a estimativa de consenso da StreetAccount de US$ 15,75 bilhões. A Microsoft elevou os preços de certas assinaturas de software de produtividade do Office 365 durante o trimestre.

O segmento de computação mais pessoal, que inclui Windows, Xbox, publicidade em buscas e Surface, arrecadou US$ 14,52 bilhões em receita, um aumento de 11% e superior ao consenso de US$ 14,27 bilhões da StreetAccount.

A Microsoft disse que a receita das vendas de licenças do Windows para fabricantes de PCs aumentou 11% no trimestre. A Microsoft havia projetado um crescimento de um dígito em janeiro. A empresa de pesquisa Gartner estimou que as remessas de PCs caíram 6,8% no trimestre, marcando o declínio mais acentuado desde o primeiro trimestre de 2020, após uma expansão do mercado impulsionada pela pandemia. Excluindo os PCs que executam o sistema operacional Chrome OS do Google, que se tornou mais popular durante a Covid, as remessas aumentaram 3,9%.

A receita de produtos e serviços de segurança se enquadra em cada um dos três segmentos da Microsoft. Em janeiro, a Microsoft disse que sua receita de segurança cresceu quase 45% em 2021, mais rápido do que qualquer outra categoria importante de produtos. A empresa divulgou os números financeiros de seus negócios de segurança pela primeira vez no ano passado, surpreendendo alguns observadores.

No trimestre, a Microsoft anunciou um plano para adquirir a editora de videogames Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões, a maior transação em 47 anos de história da Microsoft. A Microsoft também fechou a aquisição da Nuance Communications e estabeleceu uma estratégia de expansão na área de saúde, um setor no qual a Nuance se concentra. A Nuance tirou um centavo dos ganhos trimestrais da Microsoft, mas acrescentou US$ 111 milhões em receita.

Excluindo o movimento after-hours, as ações da Microsoft caíram 19% desde o início de 2022, abaixo do índice S&P 500, que caiu cerca de 12% no mesmo período.

Os executivos discutirão os resultados com analistas e emitirão orientações em uma teleconferência a partir das 18h30 (horário de Brasília).

Com informações de CNBC

Deixe um comentário