Cade vai analisar conduta de preços de refinaria da Acelen, em Mataripe (BA)

LinkedIn

O Cade vai abrir inquérito administrativo para investigar se há conduta de infração concorrencial nos preços praticados pela refinaria de Mataripe (BA), operada pela Acelen, informa o Valor.

O tema chegou ao Cade a partir de reclamações de sindicatos que, entre outras questões, indicaram que a Acelen estaria vendendo gasolina A e Diesel S10 por preços mais elevados na Bahia do que em outros Estados, para onde fornece menores quantidades, com custos logísticos maiores.

A decisão pela abertura de inquérito foi unânime. “O Cade não controla preço, que é livre, mas se discute a questão de abusividade no aumento de preços desde que restrita a uma moldura específica”, afirmou o presidente do Cade.

Alexandre Cordeiro Macedo. Há a necessidade de se investigar o preço e a origem dele, completou.

Informações BDM

Deixe um comentário