Isa Cteep (TRPL4): lucro líquido de R$ 112,5 milhões no 1T22, queda de 63,5%

LinkedIn

A transmissora de energia Isa Cteep, controlada pelo grupo colombiano Isa, lucro líquido de R$ 112,5 milhões no 1º trimestre deste ano, o que representa uma queda de 63,5% em relação ao 1T21, quando apurou R$ 308,1 milhões.

O critério regulatório é o mais observado por profissionais de mercado que acompanham a empresa. Pelo padrão IRFS, o lucro líquido alcançou R$ 543,1 milhões, queda de 6,8% em comparação com igual etapa de 2021.

A receita líquida caiu 16,1% na base anual, para R$ 715,4 milhões, contra os R$ 852,8 do mesmo período de 2021.

O resultado veio pela redução da receita de RBSE nos ciclos tarifários 21/22 e 22/23, que corresponde a menos R$ 172 milhões, em consequência do reperfilamento do componente financeiro; e pela variação na Parcela de Ajuste e antecipações do período,que corresponde a menos R$ 64,0 milhões.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – consolidado, que somou R$ 532 milhões de janeiro a março, ante o mesmo período de 2021. A margem Ebitda recuou 7,4 pontos percentuais (pp), para 74,4%.

Segundo a empresa, esse resultado é explicado, principalmente, pelo reperfilamento do componente financeiro da RBSE (Rede Básica Sistema Existente) a partir do 3T21; da variação na PA e antecipações; do impacto positivo do ciclo da RAP (Receita Anual Permitida) 2021/2022, em função da variação positiva do IPCA; da entrada em operação de projetos de reforços e melhorias e greenfield nos últimos 12 meses; e RAP do contrato 012/2016, oriundo da aquisição da PBTE em março 2021.

A Isa Cteep registrou despesa de R$ 38,4 milhões com Imposto de Renda (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) no 1T22, frente à despesa de R$ 134,4 milhões contabilizados no 1T21, uma redução de 71,5%. “A variação do IRPJ/CSLL se deve à redução de R$ 170,7 milhões nas despesas do exercício corrente, devido, principalmente, à redução significativa no recebimento da indenização RBSE”.

No relatório do balanço a empresa informou que o desempenho foi motivado, principalmente, pela redução da receita da Rede Básica Sistema Existente (RBSE) nos ciclos tarifários 21/22 e 22/23 no montante de R$ 172 milhões, em consequência do reperfilamento do componente financeiro dos pagamentos, e da variação na Parcela de Ajuste e antecipações do período em R$ 64,0 milhões.

Esses valores foram compensados parcialmente pela atualização da Receita Anual Permitida (RAP) do atual ciclo pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e pela entrada em operação de novos projetos de Reforços e Melhorias, que adicionaram R$ 21,7 milhões. Além disso, projetos novos (greenfield) colaboraram com R$ 17,5 milhões, e a RAP do contrato 012/2016, referente aquisição da Piratininga – Bandeirantes Transmissora de Energia (PBTE), no final do primeiro trimestre do ano passado, somou R$ 33,6 milhões.

Além da queda das receitas, a Isa Cteep também viu seus custos e despesas com Operação & Manutenção crescerem 10,3% no primeiro trimestre, frente a igual intervalo do ano passado, para R$ 308,7 milhões. Somente os custos gerenciáveis com Pessoal, Materiais, Serviços de Terceiros e Outros (PMSO) cresceram 8,6%, somando R$ 143,2 milhões. Já os demais custos e despesas subiram 11,9%, principalmente por causa do aumento no reconhecimento de provisão para fazer frente ao passivo atuarial estimado para previdência privada em função de benefícios de suplementação de aposentadoria.

O resultado financeiro consolidado foi negativo em R$ 232,1 milhões no primeiro trimestre deste ano, praticamente o dobro dos R$ 116,2 milhões anotados nos três primeiros meses do ano passado.

Já a equivalência patrimonial cresceu 587,2% e chegou a R$ 8,3 milhões, impulsionado pelo desempenho da IE Madeira.

O índice de disponibilidade das linhas de transmissão geridas pela Isa Cteep ficou em 99,97% no trimestre, enquanto os transformadores alcançaram 99,92%. Já o Índice de Energia Não Suprida (IENS) obtido pela companhia no trimestre foi de 0,000008% enquanto a referência do Sistema Interligado Nacional registrou 0,0046% até fevereiro de 2022. Esses indicadores são relevantes, pois as transmissoras são remuneradas pela disponibilidade de seus ativos por meio da Receita Anual Permitida (RAP).

A Isa Cteep registrou R$ 21,8 milhões em outras despesas operacionais no 1T22, aumento de R$ 8,1 milhões comparado ao mesmo período do ano anterior. Essa variação explica-se, principalmente, pela realização da mais valia (goodwill) da aquisição de controle das empresas PBTE e SF energia, incorporadas pela ISA CTEEP em outubro de 2021. A mais valia será amortizada no prazo remanescente da concessão da PBTE, até setembro de 2046.

⇒ Investimentos e dívida

No 1T22, foram realizados R$ 155,1 milhões de investimentos em reforços e melhorias, aumento de R$ 95,9 milhões (+162,3%) em relação ao mesmo período de 2021. O volume de investimentos no período atingiu um novo recorde trimestral da Companhia e consolida a tendência de crescimento com aumento de capacidade e modernização de seus ativos desde 2020.

Já a dívida líquida da companhia ficou em R$ 7,017 bilhões, crescimento de 5,4% em relação os R$ 6,656 bilhões registrados no quarto trimestre do ano passado. A relação dívida líquida/Ebitda ajustado foi de 3,06 vezes ao final de março. Com isso, os covenants e as exigências estabelecidas nas emissões estão sendo cumpridos pela companhia.

Para 2022, o indicador dívida líquida/Ebitda mais restritivo é de 3,5 vezes, para a 5ª emissão de debêntures. Seguindo os critérios de apuração do indicador para essa emissão, o indicador está em 2,75 vezes no primeiro trimestre.

A Isa Cteep também informou que em janeiro de 2022 assinou contrato de empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), no montante de R$ 567,4 milhões. Essa operação tem o custo de Taxa de Longo Prazo (TLP) mais 2,01% ao ano. O crédito será destinado à implantação do Plano de Investimentos em modernização do sistema de transmissão e melhorias sistêmicas do período de 2020-2022. A primeira liberação, no montante de R$ 227,0 milhões, ocorreu em 21 de março de 2022.

Os resultados da Isa Cteep (BOV:TRPL3) (BOV:TRPL4) referentes suas operações do primeiro trimestre de 2022 foram divulgados no dia 03/05/2022. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário