ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

Presidente de El Salvador promove adoção de Bitcoin por países emergentes

LinkedIn

Como anfitrião de uma reunião anual da Alliance for Financial Inclusion (AFI), o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, está promovendo o uso e a adoção do bitcoin para 32 bancos centrais e 12 autoridades financeiras representando economias emergentes.

O evento, que acontece entre segunda e quarta-feira, aborda temas como inclusão financeira e economia digital, disse Bukele, além dos benefícios que El Salvador obteve ao se tornar o primeiro país do mundo a adotar o bitcoin como moeda legal no ano passado.

Segundo Bukele, entre os países participantes estão Paraguai, Haiti, Honduras, Costa Rica e Equador na América Latina; Angola, Gana, Namíbia e Uganda na África; e Bangladesh, Palestina e Paquistão na Ásia.

A AFI voltou a reunir suas reuniões presenciais após dois anos da pandemia e atualmente realiza reuniões anuais para seu Grupo de Trabalho de Serviços Financeiros Digitais e o Grupo de Trabalho de Finanças para Pequenas e Médias Empresas em El Salvador, de acordo com a AFI.

“El Salvador, que se juntou à rede AFI em 2012, fez um progresso significativo no aproveitamento de serviços financeiros digitais para promover a inclusão financeira de indivíduos e pequenas empresas”, disse Eliki Boletawa, diretor de implementação e programas de políticas da AFI, em comunicado.

A tentativa de El Salvador de promover o bitcoin entre os países em desenvolvimento ocorre em meio a uma disputa com o Fundo Monetário Internacional, que em janeiro recomendou ao país da América Central a descontinuar o uso do bitcoin como moeda legal por causa dos riscos e passivos financeiros que criou.

Em março, o ministro das Finanças de El Salvador, Alejandro Zelaya, disse que o país adiou sua oferta planejada de US$ 1 bilhão em títulos de bitcoin por causa das condições desfavoráveis ​​do mercado.

Com informações de CoinDesk

Deixe um comentário