Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha com alta de 2,12% e todos os destaques de hoje (27/06/2022)

LinkedIn

O Ibovespa iniciou a semana em terreno positivo, encerrando a sessão em alta de 2,12%. Com isso, o principal índice da Bolsa brasileira retornou à casa dos 100 mil pontos (100.764) e descolou dos índices de Wall Street, que fecharam em queda.

Por aqui, a alta da Bolsa foi sustentada pelas ações da Petrobras (PETR3/PETR4), após a estatal informar que seu conselho de administração decidiu nomear Caio Mário Paes de Andrade como conselheiro e o elegeu para o cargo de presidente-executivo.

Além disso, o Itaú BBA retomou a cobertura da companhia, com recomendação de compra, considerado um voto de confiança, com preço-alvo de R$ 43,00 para as ações preferenciais e de US$ 16,4 para os ADRs.

“Apesar de sermos sensíveis ao fluxo intenso de notícias sobre a empresa, ajustamos nossas lentes para focar nos fortes fundamentos da empresa e no sólido desempenho operacional”, comunicaram os analistas em relatório divulgado hoje.

Outras petrolíferas também aparecem na seção das maiores altas do dia, com papéis de 3R Petroleum (RRRP3) e PetroRio (PRIO3) valorizando 6,41% e 5,30%, em meio ao avanço das cotações da commodity. Em seguida aparecem as ações da Eneva (ENEV3), com avanço de 5,78%.

Do lado oposto, papéis de Méliuz (CASH3), IRB Brasil (IRBR3), Azul (AZUL4), CVC (CVCB3) e Gol (GOLL4) aparecem entre as maiores quedas, com desvalorizações de 5,56%, 5,35%, 5,33%, 4,70% e 4%, respectivamente.

Nos Estados Unidos, o temor sobre uma possível recessão segue no radar dos investidores e as ações encerraram o pregão de hoje em queda. O Federal Reserve, banco central do país norte-americano, tem elevado os juros rapidamente para tentar domar a inflação mais alta em 40 anos.

Dow Jones terminou a sessão em queda de 0,20%, aos 31.438 pontos. O S&P 500 recuou 0,30%, aos 3.900 pontos e o Nasdaq desvalorizou 0,72%, aos 11.524 pontos.

O dólar comercial teve desvalorização de 0,31% ante real, cotado a a R$ 5,23.

Já o mercado europeu fechou misto, impulsionado pelo setor de mineração após a flexibilização das restrições contra a Covid-19 na China melhorar o sentimento global.

➡️ Veja o fechamento desta segunda-feira:

🇧🇷 IBOV: +2,12% a 100.764 pts
🏢 IFIX: +0,05% a 2.801 pts
💵 Dólar: -0,31% a R$ 5,23
💶 Euro: -0,09% a R$ 5,53
💰Bitcoin: -2,06% a 109.363 pts

🇺🇸 Nova York

Dow Jones: -0,20% a 31.438 pts
S&P 500: -0,30% a 3.900 pts
Nasdaq: -0,72%, a 11.524 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/06/2022  0,01% 111.359,94 R$ 25,5 bilhões
 02/06/2022   0,93%  112.392,91  R$ 24,3 bilhões
03/06/2022 -1,15% 111.102,32 R$ 20,9 bilhões
06/06/2022 – 0,82%  110.185,91 R$ 16,9 bilhões
07/06/2022 – 0,11% 110.069,76  R$ 21,2 bilhões
08/06/2022 – 1,55% 108.367,67 R$ 22,4 bilhões
09/06/2022 – 1,18% 107.093,71 R$ 25,8 bilhões
10/06/2022 -1,51% 105.481,23  R$ 30,2 bilhões
13/06/2022 – 2,73% 102.598,18 R$ 31,2 bilhões
14/06/2022 -0,52%  102.063,25 R$ 23,6 bilhões
15/06/2022  0,73% 102.806,82 R$
17/06/2022 -2,90% 98.401,73 R$ 31 bilhões
20/06/2022 0,03% 99.852,67 R$ 22,5 bilhões
21/06/2022 – 0,17% 99.684,50 R$ 22,7 bilhões
22/06/2022  -0,16% 99.522,32 R$ 23,5 bilhões
23/06/2022 – 1,45%  98.080,34 R$ 24,6 bilhões
24/06/2022 0,60% 98.672,26 R$ 22,1 bilhões
27/06/2022  2,12% 100.763,60 R$ 21,6 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

PETR3: +6,75% a R$ 30,86
PETR4: +6,43% a R$ 27,98
RRRP3: +6,41% a R$ 36,38
ENEV3: +5,78% a R$ 15,19
PRIO3: +5,29% a R$ 22,67

  • BAIXAS IBOVESPA

CASH3: -5,56% a R$ 1,19
IRBR3: -5,35% a R$ 2,30
AZUL4: -5,33% a R$ 13,31
CVCB3: -4,70% a R$ 8,11
GOLL4: -4,00% a R$ 10,08

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    Banco do Brasil (BBAS3)

    O BB assinou acordo com BB Mapfre para constituição de sociedade para condução da plataforma digital Broto. Saiba mais…

    Braskem (BRKM5)

    A Braskem anunciou o resgate de notes no exterior por meio de duas subsidiárias. Saiba mais…

    Eneva (ENEV3)

    A Eneva informou que o preço de emissão por ação da oferta pública de distribuição primária saiu a R$ 14,00, o efetivo aumento do capital social da companhia mediante a emissão de 300.000.000 de novas ações, bem como a sua homologação. Saiba mais…

    EspaçoLaser (ESPA3)

    Depois de ter anunciado a troca na presidência, que será assumida por Paulo Camargo (ex-Arcos Dorados), a Espaço Laser procura agora soluções para cumprir compromissos financeiros. Saiba mais…

    Eztec (EZTC3)

    A Eztec anunciou dois novos empreendimentos em São Paulo, que juntos podem gerar um faturamento de R$ 414 milhões, na estimativa da empresa, caso todas as unidades sejam vendidas. Saiba mais…

    Gafisa (GFSA3)

    A Gafisa informou que, no âmbito da operação de aquisição da Bait, será realizado o protocolo frente o Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência – CADE, uma das condições precedentes necessárias para a conclusão da operação. Saiba mais…

    GPS (GGPS3)

    A GPS Participações informou que sua subsidiária GPS Tec Sistemas Eletrônicos de Segurança concluiu a aquisição de 55% das quotas de emissão da Evertical.

    Petrobras (PETR3/PETR4)

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou, ao Programa 4 por 4, no Youtube, que quer a “transparência máxima da Petrobras em todos os aspectos”. Saiba mais…

    A Petrobras informou que o nome de Caio Paes de Andrade, indicado pelo governo para a presidência da estatal e o quinto executivo no comando da estatal do governo de Jair Bolsonaro, foi aprovado sem vedações pelo Comitê de Elegibilidade (Celeg) da empresa. A decisão não foi unânime, mas venceu a maioria. Saiba mais…

    Para driblar o risco de escassez de diesel a partir de agosto, as principais distribuidoras de combustíveis do País aumentaram em mais de dez vezes o número de licenças de importação do combustível obtidas junto à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nos últimos meses. Saiba mais…

    O Conselho de Administração da Petrobras se reúne no fim da manhã de hoje para decidir se Caio Paes de Andrade, indicado pelo governo, assume ou não a presidência da estatal. Saiba mais…

    A Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro) protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) denúncia contra a eleição de Caio Paes de Andrade para a presidência da estatal. Em carta ao presidente do órgão, a associação cita “ocorrência de eventuais atos lesivos ao patrimônio da Petrobras e aos interesses de seus acionistas”. Saiba mais…

    Em reunião extraordinária marcada para esta segunda, 27, o conselho de administração da Petrobras vai discutir a indicação do atual secretário de Desburocratização do Ministério da Economia, Caio Paes de Andrade, para uma das vagas do colegiado e para a presidência da estatal. Saiba mais…

    O Conselho de Administração da Petrobras aprovou Caio Mario Paes de Andrade presidente-executivo da empresa por sete votos a três nesta segunda-feira, 27. Ele também foi aprovado para integrar o Conselho. Saiba mais…

    A Petrobras informou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que a reunião do Conselho de Administração da estatal elegeu o secretário de Desburocratização do Ministério da Economia, Caio Paes de Andrade, para ser membro do conselho e presidente da companhia. Saiba mais…

    O coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, afirmou que após a eleição do secretário de Desburocratização do Ministério da Economia, Caio Paes de Andrade, para a presidência da Petrobras, a entidade está ultimando, junto com a associação de acionistas petroleiros, Anapetro, uma ação judicial contra o resultado. Saiba mais…

    Primeiro presidente da Petrobras no governo Jair Bolsonaro (PL), Roberto Castello Branco disse que teve no seu antigo celular corporativo material que, de acordo com ele, poderia incriminar Jair Bolsonaro, segundo o portal Metrópoles. A declaração foi dada em uma troca de mensagens no sábado (26) com Rubem Novaes, ex-presidente do Banco do Brasil. Saiba mais…

    (Com informações da CMA, Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário