Localiza e Unidas apresentam relação de troca final de ações e o valor da combinação de negócios

LinkedIn

A Localiza e a Unidas apresentaram a relação de troca final de ações e o valor da combinação de negócios.

Os acionistas da Unidas (BOV:LCAM3) receberão, para cada ação ordinária de emissão da Unidas de que forem proprietários, 0,43884446 ações ordinárias da Localiza.

De acordo com a Localiza (BOV:RENT3), a relação de troca reflete ajustes decorrentes das declarações de proventos das companhias aos seus acionistas (exceto pelos dividendos da Unidas no valor de R$ 425 milhões declarados de forma condicionada à consumação da combinação de negócios e que não impactam a relação de troca final).

Esclarecimentos sobre o valor da combinação de negócios

Com relação ao tratamento tributário dos investidores não residentes, as companhias informam que o valor da Combinação de Negócios será determinado a partir da multiplicação da cotação de fechamento das ações de Localiza (RENT3) do pregão da Data de Fechamento pelo número de Novas Ações Localiza a ser creditada ao investidor não residente com base na Relação de Troca Final.

Nesse sentido, o ganho de capital dos investidores não residentes será considerado como a diferença positiva entre o valor das Novas Ações Localiza creditadas aos acionistas de Unidas, e o custo médio de aquisição das ações da Unidas a ser informado pelos agentes de custódia até as 18:00 horas do dia 11 de julho de 2022.

As eventuais frações de ações devidas aos acionistas da Unidas em contrapartida à Combinação de Negócios serão agrupadas pela Localiza em números inteiros para, em seguida, serem alienadas no mercado à vista administrado pela B3, após o fechamento.

Os valores auferidos na referida venda serão disponibilizados, líquidos de taxas, aos acionistas da Unidas titulares das respectivas frações, proporcionalmente à sua participação em cada ação alienada, em data a ser oportunamente informada, e serão adicionadas ao valor da Combinação de Negócios indicada acima para apuração do ganho de capital tributável auferido na Combinação de Negócios.

Informações FinanceNews

Deixe um comentário