ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

União Europeia concorda com novas leis de AML para rastreamento de transferência de criptomoedas

LinkedIn

O Regulamento de Transferência de Fundos (TOFR) foi objeto de um acordo preliminar entre o Parlamento, o Conselho e a Comissão da União Europeia em 29 de junho. As estruturas regulatórias que a UE está implementando para a regulamentação de criptomoedas incluem o TOFR.

UE define tom para rastreamento de transferência de criptografia

Os criminosos terão mais dificuldade em usar criptomoedas para atividades ilegais graças à UE. Os negociadores da presidência do Conselho e do Parlamento Europeu chegaram a um acordo provisório sobre a proposta de atualização dos regulamentos que regem as informações que devem ser fornecidas juntamente com as transferências financeiras, incluindo transferências de ativos de criptomoeda.

O acordo amplia o uso da “regra de viagem” das finanças tradicionais para cobrir transferências de ativos criptográficos.

Se for realizada uma investigação sobre lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo, os provedores de serviços de ativos criptográficos (CASPs) serão obrigados a fornecer essas informações às autoridades competentes.

Os negociadores do Parlamento garantiram que não houvesse valor mínimo ou isenções para transferências de baixo valor, conforme planejado anteriormente, pois as transações de ativos criptográficos simplesmente evitam os limites existentes que ativariam os requisitos de rastreabilidade.

Ernest Utasun, legislador da União Europeia, referiu-se ao acordo provisório em uma série de tweets como uma resposta ao “oeste selvagem cripto não regulamentado”.

Com o novo acordo, a UE poderá enfrentar os perigos da lavagem de dinheiro e do financiamento do terrorismo associados a essas novas tecnologias, mantendo a concorrência, protegendo os clientes e preservando a integridade financeira do mercado interno.

“Por muito tempo, os criptoativos estiveram sob o radar de nossas autoridades policiais”, disse um dos principais legisladores da UE que negociam as regras, Assita Kanko, em comunicado. “Será muito mais difícil fazer mau uso de criptoativos e comerciantes e investidores inocentes estarão mais protegidos.”

Carteiras não hospedadas

Os regulamentos também se aplicariam a interações entre carteiras hospedadas controladas por CASPs e transações das chamadas carteiras não hospedadas (um endereço de carteira de criptoativos mantido por um usuário privado).

Se um cliente enviar ou receber mais de 1000 euros para ou de sua própria carteira não hospedada, o CASP deve confirmar que a carteira é de fato de sua propriedade ou está sob o controle efetivo do cliente.

Os legisladores declararam em março que queriam ampliar significativamente o alcance do projeto de lei para incluir transações com carteiras digitais não hospedadas, ou aquelas que não são administradas por uma exchange de criptomoedas licenciada ou outro provedor de serviços regulamentado, e ter todas as informações de transação relatadas às autoridades independentemente de risco.

As transferências de pessoa para pessoa realizadas sem provedor, como as feitas em plataformas de negociação de bitcoin, ou entre provedores que operam em seu próprio nome estão isentas dos requisitos.

Antes que os regulamentos recebam a aprovação final, as instituições da UE estão descobrindo os aspectos técnicos. Na noite de quinta-feira (30), as negociações também estavam programadas para encerrar um acordo separado para um conjunto abrangente de leis de criptomoedas conhecidas como Markets in Crypto Assets, ou MiCA.

Eles fazem parte da iniciativa da UE de liderar o mundo em domar o mercado de criptomoedas que pode ser de natureza desonesta, em um momento em que os valores despencaram, eliminando fortunas, alimentando dúvidas e despertando pedidos de mais monitoramento.

Com informações de Bitcoinist

Deixe um comentário