Banrisul vai ofertar o recorde de R$ 7 bilhões em recursos para o crédito rural na Safra 2022/23

LinkedIn

O Banrisul, banco do Rio Grande do Sul, vai ofertar o recorde de R$ 7 bilhões em recursos para o crédito rural na Safra 2022/23, que se iniciou oficialmente em 1º de julho e se estenderá até 30 de junho de 2023. Em relação à safra passada, o volume de crédito será 35% maior.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:BRSR3) (BOV:BRSR5) (BOV:BRSR6) nesta terça-feira (05).

Os números foram divulgados há pouco, no 3º AgroShow 2022 – Cultivando o Amanhã, evento promovido pelo banco gaúcho no Instituto Caldeira, em Porto Alegre (RS), para apresentar as condições oferecidas pela instituição bancária no ano-safra que se inicia.

Segundo o Banrisul, tal montante deve beneficiar pelo menos 50 mil produtores em 2022/23. O banco informou, ainda, que os R$ 7 bilhões estão divididos em: R$ 6,1 bilhões para linhas de custeio, comercialização e industrialização (36% mais ante 2021/22) e R$ 900 milhões para linhas de investimento, ou 29% mais na mesma base de comparação.

Ainda de acordo com o Banrisul, as linhas de crédito terão taxas de juros equalizadas pelo Tesouro Nacional. “O banco solicitou ampliação em cinco vezes em relação ao período anterior do volume de recursos ofertados pelo Tesouro Nacional para o financiamento das principais linhas de custeio, comercialização e investimento para o agronegócio”, destacou a instituição financeira, em nota. O Banrisul detalha, ainda, que as linhas de investimento terão “direcionamento estratégico para práticas sustentáveis no campo, como agricultura de baixo carbono, energia fotovoltaica, biodigestores, irrigação, solos e armazenagem”.

Do total de recursos ofertados, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) ganhou, no Banrisul, R$ 1,5 bilhão para o crédito rural, ou 44% mais em relação à safra passada. Já o programa voltado ao médio produtor rural, o Pronamp, teve expressivo aumento de 147%, saltando para R$ 2 bilhões na temporada 2022/23.

Já os grandes produtores, além de cooperativas, disputarão R$ 3,5 bilhões, alta de 5% ante 2021/22, informou o banco.

O Banrisul divulgou, ainda, que na safra passada contratou R$ 5 bilhões em empréstimos para o produtor rural, avanço de 62% em relação ao ciclo 2020/21. Esse dinheiro foi liberado de forma pulverizada para produtores rurais, conforme o banco. “Incluindo outras linhas voltadas ao agronegócio, o Banrisul alcançou R$ 6 bilhões em novas operações no último ano-safra”, finalizou.

informações Broadcast

Deixe um comentário