Crypto.com garante licença regulatória na Itália

LinkedIn

A exchange de ativos digitais recebeu aprovação dos reguladores italianos para oferecer seus serviços no país mediterrâneo – uma medida que a empresa diz estar alinhada com sua visão de “construir um crescimento duradouro na região”.

Na terça-feira (19), a Crypto.com anunciou que recebeu oficialmente o registro e a aprovação regulatória do Organismo Agenti e Mediatori, também conhecido como OAM, o principal regulador contra lavagem de dinheiro da Itália. A aprovação concede efetivamente à Crypto.com a capacidade de oferecer seus produtos e serviços a clientes italianos.

Crypto.com afirma ter mais de 50 milhões de clientes em todo o mundo. Nos últimos meses, a bolsa recebeu licenças regulatórias para operar na Grécia, Cingapura e Dubai.

A Itália é o terceiro maior mercado da União Europeia por produto interno bruto, e os provedores de serviços de criptografia estão visando a expansão do país. A Coinbase, exchange de criptomoedas com sede nos Estados Unidos, recentemente garantiu a aprovação da OAM para começar a operar no país mediterrâneo. Em maio, a Binance recebeu luz verde da OAM para atender o mercado italiano.

Embora a abordagem regulatória da Itália para a criptomoeda esteja longe de ser uniforme, o governo tem feito questão de promover a adoção da tecnologia blockchain. No início deste mês, o Ministério do Desenvolvimento Econômico da Itália anunciou que alguns projetos de blockchain poderiam se qualificar para até US$ 46 milhões em subsídios governamentais.

Enquanto isso, em junho, a principal bolsa de valores da Itália, a Borsa Italiana, listou o chamado fundo negociado em bolsa “temático do Bitcoin”, que fornece exposição ao BTC para investidores institucionais italianos e planejadores de aposentadoria.

Por Sam Bourgi

Deixe um comentário