Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha com queda de 0,50% e todos os destaques de hoje (26/07/2022)

LinkedIn

Não durou nem um dia a comemoração da volta do Ibovespa aos 100 mil pontos. Depois de encostar em uma máxima de 100.75 pontos (+0,48%), a Bolsa brasileira virou para o campo negativo com as ações de commodities perdendo o fôlego e Wall Street no vermelho às vésperas da decisão dos juros. O recuo foi de 0,50% ao final do pregão, a 99.771 pontos.

Mais cedo, o principal índice de ações da B3 operava em alta, ancorado por Petrobras (PETR3 e PETR4) e Vale (VALE3), que subiam na esteira de suas matérias-primas.

Na agenda de indicadores do Brasil, nesta terça (26) o IBGE divulgou o IPCA-15, uma prévia da inflação, que mostrou uma desaceleração no aumento dos preços em julho. A alta do período foi de 0,13% – menor variação desde junho de 2020 –, o que fez a taxa em 12 meses voltar ao patamar de 11%.

Segundo Marcus Labarthe, sócio-fundador da GT Capital Investimentos, o recuo nos dados de inflação deve levar o Copom (comitê de política monetária do Banco Central) a subir juros novamente no encontro da próxima semana, na tentativa de segurar o aumento dos preços.

Em Wall Street, os investidores também estão de olho na pauta de juros. Hoje, o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) iniciou um encontro para discutir a política monetária dos EUA.

Já está precificado um aumento de 0,75% na taxa básica de juros do país, conforme sinalizado na última reunião e por membros do comitê ao longo do mês. Com isso, os juros norte-americanos chegam à faixa de 2,25% a 2,5%.

Com temporada de balanços no radar e expectativa pelo anúncio do Fed, as bolsas em Nova York operaram no vermelho e fecharam em queda. O Dow Jones recuou 0,72%, a 31.760 pontos; o S&P 500 perdeu 1,16%, a 3.920 pontos; e o Nasdaq caiu 1,87%, a 11.562 pontos.

O destaque do dia ficou para a queda nas ações do Walmart, depois que o varejista reduziu a sua projeção de lucro para o ano. De uma projeção de queda de 1%, o Walmart reviu as estimativas para recuos de 11% a 13% no lucro em 12 meses. Excluindo os desinvestimentos, o lucro por ação do ano fiscal deve cair de 10% a 12%, disse a empresa.

Antes da queda estimada para o lucro, as próprias ações do Walmart caíram 10% durante o pregão. O movimento de venda dos papéis movimentou US$ 36 bilhões.

Por aqui, depois que a Petrobras desacelerou seus ganhos da manhã e a Vale virou para o campo negativo, o Ibovespa não conseguiu sustentar os 100 mil pontos.

A Bolsa virou para o negativo, puxada pelas varejistas. Labarthe indica que o movimento no Ibovespa está relacionado aos sinais negativos do Walmart nos EUA.

“A gente entende que o apetite no consumo tende a diminuir no mercado norte-americano. Isso foi responsável por fazer os setores de varejo internacional também começarem a perder mais força, influenciado pelo mau humor que o Walmart trouxe para o mercado”, diz Labarthe.

Magazine Luiza (MGLU3), Via (VIIA3) e Americanas (AMER3) foram as mais impactadas, com perdas de 6,45%, 6,35% e 4,88%.

Na ponta de ganhos, Petrobras saiu à frente, com altas de 1,44% nas ações ON e 1,01% nas ações PN. Mas foi a JBS (JBSS3) que liderou o ranking, com avanço de 2,97%.

O dólar operou entre perdas e ganhos ao longo do dia, ora acompanhando o exterior, ora com predomínio de realização de lucros. Ao final do pregão, a moeda registrou queda de 0,38%, a R$ 5,3492.

➡️ Veja o fechamento desta terça-feira:

🇧🇷 IBOV: –0,50% a 99.771 pts
🏢 IFIX: +0,07% a 2.794 pts
💵 Dólar: –0,38% a R$ 5,3492
💶 Euro: –1,40% a R$ 5,4140
💰 Bitcoin: –4,14% a R$ 112.498

🇺🇸 Nova York

Dow Jones: –0,72% a 31.760 pts
S&P 500: –1,16% a 3.920 pts
Nasdaq: –1,87%, a 11.562 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/07/2022  0,42% 98.953,90 R$ 28,8 bilhões
 04/07/2022   -0,35%  98.608,76  R$ 11,4 bilhões
05/07/2022 -0,32% 98.294,64 R$ 26,2 bilhões
06/07/2022 0,43% 98.718,98  R$ 21,9 bilhões
07/07/2022  2,04% 100.729,72  R$ 28,7 bilhões
08/07/2022 -0,44% 100.288,94  R$ 17,3 bilhões
11/07/2022 -2,07%   98.212,46 R$ 16,3 bilhões
12/07/2022  0,06% 98.271,21 R$ 19,6 bilhões
13/07/2022 -0,40% 97.881,16 R$ 20,7 bilhões
14/07/2022 -1,80% 96.120,85 R$ 24,4 bilhões
15/07/2022 0,45% 96.551,00 R$ 20,4 bilhões
18/07/2022  0,38% 96.916,13 R$ 17,8 bilhões
19/07/2022 1,37% 98.244,80 R$ 18,7 bilhões
20/07/2022 0,04% 98.286,83 R$ 21,9 bilhões
21/07/2022 0,76% 99.033,17 R$ 23,1 bilhões
22/07/2022 -0,11% 98.924,82  R$ 18,1 bilhões
25/07/2022  1,36%   100.269,85   R$ 18,1 bilhões
26/07/2022 -0,50% 99.771,69 R$ 17,4 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

JBSS3: +2,97%, a R$ 32,56
IRBR3: +1,59%, a R$ 1,92
PETR3: +1,44%, a R$ 33,79
POSI3: +1,42%, a R$ 6,44
ENBR3: +1,29%, a R$ 21,97

  • BAIXAS IBOVESPA

QUAL3: −8,10%, a R$ 9,19
MGLU3: −6,45%, a R$ 2,61
VIIA3: −6,35%, a R$ 2,36
BPAN4: −5,88%, a R$ 6,40
CASH3: −5,61%, a R$ 1,01

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    B3 (B3SA3)

    A B3 aprovou a sexta emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, de espécie quirografária, para distribuição pública com esforços restritos de colocação. Saiba mais…

    Braskem (BRKM5)

    A Braskem informou que contratou a primeira linha de crédito corporativa atrelada a meta de sustentabilidade (SLL – Sustainability Linked Loan) no valor de US$ 100 milhões, com vencimento em julho de 2027. Saiba mais…

    Caixa Seguridade (CXSE3)

    A Caixa Seguridade divulgou seu Relatório de Desempenho Mensal do mês de junho, informando a performance comercial de seguros, previdência e capitalização. Saiba mais…

    CCR (CCRO3)

    A CCR concluiu a alienação de toda sua participação acionária detida na empresa Total Airport Services (TAS), correspondente a 70% do capital social total da TAS, à empresa AGI-CFI Acquisition Corp, controlada pela Alliance Ground International (AGI), pelo valor-base (base purchase price) de US$ 143.500.000,00, menos dívidas e outros passivos assumidos. Saiba mais…

    Copel (CPLE6)

    A Copel apresentou crescimento de 1,7% no consumo de energia elétrica no segundo trimestre de 2022 em relação ao mesmo período do ano anterior e 3,8% no acumulado do ano. Saiba mais…

    CSN Mineração (CMIN3)

    A CSN e a controlada CSN Mineração firmaram um acordo pelo qual a CSN cedeu e transferiu à CMIN os direitos e obrigações da compra da Companhia Energética Chapecó, realizada no começo de julho, em conjunto com a CSN Energia, o fundo Astra Infraestrutura e a BMPI, no valor R$ 427,5 milhões. Saiba mais…

    d1000 (DMVF3)

    A d1000 recebeu, correspondência do acionista Profarma Distribuidora de Produtos Farmacêuticos, informando que a sua participação no capital social da d1000 passou a ser de 60,97%. Saiba mais…

    Energisa (ENGI11)

    A Energisa informou que consumo de energia teve alta anual de 1,4% no segundo trimestre deste ano. Saiba mais…

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, em reunião pública ordinária, a redução média de 1,38% nas tarifas da Energisa Mato Grosso. Os novos valores começam a valer a partir desta quarta-feira, 27. Saiba mais…

    Eneva (ENEV3)

    A Eneva informou que o capital social da companhia foi ampliado em R$ 11.480.341,41, passando para R$ 13.256.472.584,82. Isto se deu após a emissão de 827.726 novas ações ON.

    Eternit (ETER3)

    A Eternit informou dando continuidade ao programa de desenvolvimento da tecnologia das telhas fotovoltaicas, obteve a concessão da patente verde para a Célula Fotovoltaica e Processo de Fabricação de Célula Fotovoltaica Encapsulada. Saiba mais…

    Modal (MODL11)

    O Modal iniciou o direito de recesso dos acionistas. Saiba mais…

    Porto Seguro (PSSA3)

    A Porto Seguro destacou que, desde de 1º de maio de 2022, a Porto Seguro Assistência e Serviços (Porto Assistência) passou a desenvolver as atividades de assistência cindidas da operação da Porto Seguro Cia de Seguros Gerais (Porto Cia), conforme anunciado em 4 de junho de 2021. Saiba mais…

    Santander (SANB11)

    O Santander Brasil informou que os serviços do banco atingidos por instabilidade nesta segunda-feira, 25, estão sendo restabelecidos, e que vai ressarcir os clientes no caso de eventuais cobranças causadas pelo problema. Saiba mais…

    Ultra (UGPA3)

    A Ultra deve ter nova batalha no Cade por acordo com a Supergasbras, informou o Estadão. Saiba mais…

    A Ultrapar atualizou os valores do exercício sobre direito de preferência em venda da Extrafarma à Pague Menos. Saiba mais…

    Vulcabras (VULC3)

    A Vulcabras autorizou garantias para dois empréstimos no total de até 100 milhões de reais voltados a capital de giro e investimento em equipamentos. Saiba mais

    (Com informações da CMA, Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário