Plataforma de domínios NFT Unstoppable levanta US$ 65 milhões Série A com avaliação de US$ 1 bilhão

LinkedIn

Na quarta-feira (27), a plataforma de domínios de token não fungível (NFT) Unstoppable Domains anunciou que fechou uma rodada de financiamento da Série A de US$ 65 milhões com uma avaliação de US$ 1 bilhão.

Investidores notáveis ​​no acordo incluem Pantera Capital, Mayfield, Gaingels, Alchemy Ventures, Redbeard Ventures, Spartan Group, OKG Investments, Polygon, CoinDCX, CoinGecko, We3 syndicate, Rainfall Capital, Broadhaven, EI Ventures, Hardyaka, Sound Media Ventures, Boost VC e Draper Associates. A Unstoppable disse que usará o novo capital para estimular a inovação de produtos e aumentar as parcerias no espaço da Web3.

Unstoppable Domains oferece domínios NFT, que são conjuntos de contratos inteligentes ao vivo em uma blockchain pública que dá aos usuários o controle de seus dados armazenados. Os domínios NFT permitem que os usuários enviem ou recebam criptografia e interajam com aplicativos descentralizados em vez de seus endereços de carteira. É necessária uma taxa única e inicial para desbloquear o domínio vitalício, sem a necessidade de mais pagamentos de renovação.

Desde a sua criação em 2018, o Unstoppable registrou 2,5 milhões de domínios integrados a mais de 150 aplicativos Web3 e mais de 80 carteiras e exchanges. A empresa afirma ter construído mais de 300 parcerias com empresas líderes da Web3, como Polygon, Blockchain.com e MoonPay. A empresa gerou quase US$ 80 milhões em vendas nos últimos três anos.

O fundador e CEO da Unstoppable Domains, Matthew Gould, comparou os domínios NFT ao crescimento da economia digital. “À medida que a economia digital se torna uma parte maior de nossas vidas, é hora das pessoas possuírem sua identidade na internet”, disse ele, acrescentando:

“Estamos entusiasmados em fazer parceria com a Pantera e outros investidores que compartilham nossa visão de integrar bilhões de pessoas à Web 3.0 por meio de domínios NFT que desbloqueiam identidades de propriedade do usuário, privadas e portáteis”.

Por Zhiyuan Sun

Deixe um comentário