Santander Brasil lançará plataforma de negociação de criptomoedas

LinkedIn

O Santander Brasil (BOV:SANB11) pretende lançar uma mesa de negociação de criptomoedas para seus clientes nos próximos meses, disse o CEO Mario Leão à Folha de São Paulo.

Santander continua a fazer incursões na América Latina

O Banco Santander deve lançar uma série de serviços relacionados a criptomoedas no Brasil em breve, com mais detalhes do desenvolvimento que provavelmente serão divulgados quando os próximos resultados da empresa forem lançados em outubro. Sobre o assunto, Leão destacou:

“Reconhecemos que é um mercado que veio para ficar, e não é necessariamente uma reação ao posicionamento dos concorrentes, é simplesmente uma visão de que nosso cliente tem demanda por esse tipo de ativo, então temos que encontrar o mais correto e a maneira mais educativa de fazê-lo”,

No início de março, a empresa anunciou o lançamento de empréstimos garantidos por tokens para agricultores argentinos. O acordo foi facilitado em conjunto com a plataforma de tokenização de agrocommodities da S.American Agrotoken.

O banco também lançou uma iniciativa projetada para ajudar a promover o crescimento de startups associadas ao ecossistema global de blockchain chamado “ Santander X Global Challenge — Blockchain and Beyond. 

Brasil se tornando foco de financiamento de criptomoedas

Nos últimos meses, um número crescente de empresas financeiras não criptográficas revelou seus planos de lançar empreendimentos criptográficos no Brasil.

A fintech PicPay anunciou recentemente que lançará uma exchange de criptomoedas no país ao lado de uma stablecoin atrelada ao real brasileiro até o final de 2022.

No final do ano passado, o Mercado Livre, maior empresa de comércio eletrônico da América Latina por avaliação total, ofereceu a seus usuários brasileiros a opção de começar a comprar, vender e manter ativos digitais usando sua plataforma.

No início desta semana, o maior banco digital do Brasil, Nubank, anunciou que havia acumulado um milhão de usuários para sua plataforma de negociação de criptomoedas em apenas 30 dias após seu lançamento.

 

Com informações de CryptoSlate

Deixe um comentário