Amazon está adquirindo a iRobot, fabricante do aspirador Roomba, por cerca de US$ 1,7 bilhão

LinkedIn

A Amazon (NASDAQ:AMZN) está adquirindo a iRobot (NASDAQ:IRBT) por US$ 61 por ação, um acordo em dinheiro que avalia a fabricante do Roomba em US$ 1,7 bilhão, anunciaram as empresas na sexta-feira (05).

O acordo aprofundará a presença da Amazon na robótica de consumo. A Amazon fez uma aposta ousada no espaço no ano passado, quando apresentou o robô doméstico Astro, um dispositivo de US$ 1.500 que está equipado com o assistente digital Alexa da empresa e pode seguir os consumidores pela casa. Também lançou uma série de dispositivos domésticos inteligentes, como campainhas Ring, além de termômetros e micro-ondas ativados por voz.

“Ao longo de muitos anos, a equipe da iRobot provou sua capacidade de reinventar a forma como as pessoas limpam com produtos incrivelmente práticos e inventivos – desde a limpeza quando e onde os clientes desejam, evitando obstáculos comuns em casa, até o esvaziamento automático da lixeira”, disse Dave Limp, chefe de dispositivos de hardware da Amazon, em um comunicado.

“Os clientes adoram os produtos iRobot – e estou entusiasmado por trabalhar com a equipe iRobot para inventar formas que tornem a vida dos clientes mais fácil e agradável.”

A iRobot, fundada em 1990 por roboticistas do Massachusetts Institute of Technology, é mais conhecida por fabricar o Roomba, um aspirador robótico lançado em 2002 que pode limpar o chão dos consumidores de forma autônoma. Desde então, introduziu esfregões robóticos e limpadores de piscinas. A iRobot também possui um programa de assinatura que oferece reposição automática de equipamentos, entre outros serviços.

Assim que o acordo for fechado, o CEO da iRobot, Colin Angle, continuará a administrar a empresa.

As ações da iRobot subiram mais de 18% nas negociações de pré-mercado, depois de terem sido brevemente interrompidas após o anúncio do acordo. As ações da Amazon caíram cerca de 0,5%.

A Amazon também é negociada na B3 através do ticker (BOV:AMZO34).

Com informações de CNBC

Deixe um comentário