Sanepar (SAPR11): lucro líquido de R$ 233,8 milhões no 2T22, retração de 29,57%

LinkedIn

A Sanepar registrou lucro líquido de R$ 233,8 milhões no segundo trimestre de 2022, uma retração de 29,57% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O resultado foi impactado pelo crescimento de 6,7% da receita operacional líquida e, principalmente, pelo acréscimo de 29,6% dos custos e despesas operacionais.

A receita líquida somou R$ 1,359 bilhão no segundo trimestre deste ano, crescimento de 6,7% na comparação com igual etapa de 2021.

O aumento na receita operacional líquida é decorrente de revisão tarifária de 5,77% a partir de 17 de maio de 2021; reajuste tarifário de 4,96% a partir de 17 de maio de 2022; crescimento dos volumes faturados de água e esgoto; e do aumento no número de ligações.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – caiu 23,9% no 2T22, totalizando R$ 442,9 milhões. A margem Ebitda (Ebitda sobre receita) ajustada atingiu 32,6% entre abril e junho, baixa de 13,1 pontos percentuais (p.p.) frente a margem registrada em 2T21.

As projeções médias compiladas pela Refinitiv apontavam lucro de R$ 292 milhões, Ebitda de R$ 589,4 milhões e receita de R$ 1,38 bilhão.

De acordo com a Sanepar, o aumento da receita é decorrente da revisão tarifária, crescimento dos volumes faturados de água e esgoto e do aumento no número de ligações.

A geração de caixa operacional no 2T22 foi de R$ 425,2 milhões, redução de 4,1% em relação ao 2T21.

A Sanepar também informou um crescimento de 2,1% nas ligações de água na comparação anual, chegando a 3,3 milhões, com 69,3 mil novas adições. As de esgoto subiram 2,7% na mesma base comparativa, ao somar 2,4 milhões. No período em questão, foram feitas 62,3 mil novas ligações desse tipo.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 63,7 milhões no segundo trimestre de 2022, uma elevação de 6,2% sobre as perdas financeiras da mesma etapa de 2021.

O resultado operacional totalizou R$ 336,5 milhões no 2T22, um recuo de 30,5% frente ao resultado reportado no 2T21.

O retorno sobre capital investido (ROIC) alcançou 11,7% no 2T22, baixa de 0,2 p.p. na comparação com 2T21.

Já o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) atingiu 14,1% entre abril e junho, queda de 0,4 p.p. na base anual.

As despesas operacionais somaram R$ 371,9 milhões no 2T22, um crescimento de 36,4% em relação ao mesmo período de 2021.

Em 30 de junho de 2022, a dívida líquida da companhia era de R$ 3,596 bilhões, um crescimento de 18% na comparação com a mesma etapa de 2021.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 1,6 vez em junho de 2022, alta de 0,1 vez em relação ao mesmo período de 2021.

O volume médio disponível do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba (SAIC) é composto pelas Barragens Piraquara I, Piraquara II, Iraí e Passaúna. No município de Foz do Iguaçu, a Sanepar utiliza a água da Barragem da Hidrelétrica Itaipu Binacional, do lago de Itaipu, no Rio Paraná.

Em 30 de junho de 2022, o volume médio de reservação, estava em 91,0% (54,9% em 30/06/2021).

Os resultados da Sanepar (BOV:SAPR3) (BOV:SAPR4) (BOV:SAPR11) referente suas operações do segundo trimestre de 2022 foram divulgados no dia 05/07/2022. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO

Credit Suisse 

O Credit Suisse viu pressão geral de custos no balanço do 2T22 da Sanepar (SAPR4). Os custos foram prejudicados por provisões para inadimplência ainda pressionadas, altas provisões para contingências (causas cíveis e trabalhistas) e custo pontual na conta de fundos municipais, informou a instituição.

Credit Suisse mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 20,80…

XP Investimentos

A Sanepar divulgou resultados que ficaram abaixo da nossa estimativa e do consenso de mercado. “Os resultados mais fracos podem ser explicados por um descasamento entre o aumento de custos devido à inflação e a postergação de parte do reajuste tarifário pelo regulador”, analisa a XP.

“Continuamos acreditando que o risco regulatório persiste e, como resultado, mantemos nossa recomendação Neutra para SAPR11, com preço-alvo de R$ 26,00.

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão

Deixe um comentário