UPS compra o Bomi Group da Itália para expandir negócios de logística de saúde

LinkedIn

A United Parcel Service Inc (NYSE:UPS) disse nesta segunda-feira (08) que comprará a empresa de logística de saúde Bomi Group, com sede na Itália, para reforçar sua capacidade de fornecer medicamentos que exigem armazenamento a frio.

A United Parcel Service Inc também é negociada na B3 através do ticker (BOV:UPSS34).

A empresa de entrega dos EUA está se concentrando em negócios de alta margem para compensar volumes em declínio à medida que o boom do comércio eletrônico impulsionado pela pandemia diminui, expandindo sua logística de cadeia de suprimentos com temperatura controlada para apoiar a implantação de vacinas de COVID-19 globalmente.

Fundado em 1985 na região da Lombardia de Milão, o Bomi Group ajuda os prestadores de serviços de saúde com armazenamento e logística de produtos farmacêuticos sensíveis em toda a Europa e América do Sul.

O acordo “melhorará significativamente a capacidade de nossos clientes de saúde de continuar a desenvolver e fornecer inovações que salvam vidas”, disse a UPS em comunicado.

A UPS, com sede em Atlanta, não divulgou detalhes financeiros da transação, mas o Wall Street Journal, que divulgou a notícia pela primeira vez no domingo, disse que foi de várias centenas de milhões de dólares.

Duas fontes próximas ao assunto disseram que o negócio valia entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão.

A maior empresa de entrega de pacotes do mundo espera adicionar mais de 350 veículos com temperatura controlada e quatro milhões de pés quadrados (0,37 quilômetro quadrado) em 14 países do acordo.

“Embora seja um negócio relativamente pequeno para a UPS, o interesse na área emergente de logística de saúde continua forte, mesmo com o mundo superando a pandemia”, disse Peter McNally, líder do setor global de materiais industriais e energia da empresa de pesquisa Third Bridge.

A Europa é a maior região fora dos Estados Unidos onde a UPS opera e respondeu por quase metade da receita do segmento de pacotes internacionais da empresa no ano passado, de acordo com os registros.

O presidente-executivo da Bomi, Marco Ruini, continuará liderando a empresa italiana após o acordo, disse a UPS, acrescentando que os funcionários da Bomi continuarão na organização combinada.

O JPMorgan (JPM, JPMC34) atuou como o único consultor da UPS.

Com informações de Reuters

Deixe um comentário