Ações da PG&E saltam na inclusão do S&P 500, pouco mais de 2 anos após sair da falência

LinkedIn

As ações da PG&E Corp. (NYSE:PCG) subiram 4,2% nas negociações de pré-mercado de segunda-feira (26), depois que a empresa com sede na Califórnia foi adicionada ao índice S&P 500, pouco mais de dois anos depois de sair da falência.

A PG&E Corp também é negociada na B3 através do ticker (BOV:PGCO34).

Na sexta-feira, a S&P Dow Jones Indices disse que a PG&E substituiria a Citrix Systems Inc. (NASDAQ:CTXS) no índice de referência, já que a Citrix está sendo adquirida pela Vista Equity Partners em um acordo que deve ser concluído em 30 de setembro.

A Citrix Systems Inc também é negociada na B3 através do ticker (BOV:C1TX34).

A PG&E entrou com pedido de falência no início de 2019, em meio a bilhões em reclamações de incêndios florestais na Califórnia, e em seguida, emergiu da falência em julho de 2020.

Em junho de 2022, a empresa se declarou inocente de acusações de homicídio culposo em um incêndio florestal na Califórnia em 2022.

As ações PCG ganharam 3,9% no acumulado do ano até sexta-feira, enquanto o ETF SPDR Utilities Select Sector subiu 0,3% e o S&P 500 caiu 22,5%.

Com informações de MarketWatch

Deixe um comentário