Gol: questionamentos de minoritários sobre adiantamento de passagens aéreas da Smiles renderam processo na CVM

LinkedIn

Questionamentos de minoritários sobre adiantamento de passagens aéreas da Smiles à Gol renderam processo sancionador na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A informação é do Valor.

Conforme o jornal, Constantino de Oliveira Junior, Joaquim Constantino Neto e Ricardo Constantino são acusados, enquanto controladores da Smiles, de votarem em conflito de interesse, por meio da Gol (BOV:GOLL4), em assembleias de acionistas que deliberaram a proposta de ação de responsabilidade civil contra administradores da empresa. Os executivos tentam acordo com o regulador, ainda sem decisão.

Também disse que o processo foi aberto pela CVM a partir de reclamações da Esh Capital, que era acionista da Smiles. O pano de fundo das reclamações foram três contratos de compras de passagens aéreas da Gol antecipadas pela Smiles em 2020: um de R$ 310 milhões celebrado em fevereiro daquele ano, outro de R$ 116 milhões, de março, e o terceiro, de R$ 1,2 bilhão, anunciado em julho. Na visão da gestora, essas operações causaram prejuízos à Smiles.

Informações Euqueroinvestir

Deixe um comentário