ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Destaques de Wall Street de sexta-feira, 03/02/2023: Alphabet, Amazon, Apple, Ford e outros

LinkedIn

Esse é o Destaque Wall Street do dia 03 de fevereiro de 2023, com tudo o que você precisa saber sobre as empresas negociadas nas bolsas americanas!

Principais assuntos do dia

Para começar o dia bem informado, leia o nosso Bom dia ADVFN – Relatório de emprego (payroll) nos EUA, dados d produção industrial no Brasil e mais

Os contratos futuros de ações dos EUA caíram na sexta-feira (3), depois que vários ganhos de alto perfil falharam as estimativas, lançando dúvidas sobre o recente rali do mercado, e os investidores digeriram dados fortes do trabalho nos EUA.

Os futuros do Dow Jones Industrial Average caíram 191 pontos, ou cerca de 0,6%. Os futuros do S&P 500 caíram 1%, enquanto os futuros do Nasdaq-100 caíram 1,7%.

Os investidores absorveram um relatório de empregos de janeiro muito mais forte do que o esperado. Os EUA criaram 517.000 empregos em janeiro, ante 223.000 em dezembro. Economistas consultados pelo Dow Jones esperam um ganho de empregos de 187.000 no mês passado.

As lutas das principais ações de tecnologia pesaram no mercado. A Apple e a Alphabet, controladora do Google, não atingiram as estimativas nos resultados financeiros dos trimestres de dezembro. As ações da Alphabet caíram mais de 3% nas negociações de pré-mercado, enquanto as ações da Apple caíram mais de 1%. As ações da Amazon também caíram cerca de 4% após o relatório da gigante do comércio eletrônico.

O quadro de ganhos não era muito melhor fora da tecnologia, já que a Ford e Starbucks também perderam as estimativas. Essas ações caíram cerca de 6% e 2%, respectivamente.

Os investidores estão obtendo grandes ganhos para os principais índices na quinta-feira. O Nasdaq Composite subiu 3,25% em seu melhor dia desde novembro e está a caminho da quinta semana consecutiva de alta. O S&P 500 ganhou 1,47%.

O Dow Jones, no entanto, terminou a quinta-feira ligeiramente em baixa, pressionado pelas ações de saúde, mas ainda está positivo para a semana.

Destaques corporativos de Wall Street para hoje

Alphabet (GOOGL, GOGL34) — As ações caíram mais de 3% depois que a Alphabet, controladora do Google, não atendeu às expectativas dos analistas em seu último relatório de ganhos. A Alphabet ganhou US$ 1,05 por ação, abaixo do lucro esperado de US$ 1,18 por ação, de acordo com estimativas de consenso da Refinitiv. A receita foi de US$ 76,05 bilhões, abaixo dos US$ 76,53 bilhões previstos. Saiba Mais…

Apple (AAPL, AAPL34) — A gigante da tecnologia viu suas ações caírem cerca de 2% no pré-mercado depois que a empresa perdeu as expectativas  de receita, lucro e vendas para muitas de suas linhas de negócios. As vendas gerais da Apple no trimestre de festas caíram 5% ano a ano, marcando o primeiro declínio da empresa desde 2019. Saiba Mais…

Amazon (AMZN, AMZO34) — A Amazon caiu 4% depois que a gigante do comércio eletrônico divulgou seus resultados do quarto trimestre. Embora as vendas trimestrais da empresa tenham superado as estimativas dos analistas, a perspectiva para o trimestre atual veio um pouco leve em comparação com as expectativas. O varejista eletrônico estima que sua receita no primeiro trimestre fique entre US$ 121 bilhões e US$ 126 bilhões. Enquanto isso, os analistas esperavam que as vendas chegassem a US$ 125,1 bilhões, de acordo com a Refinitiv. Saiba Mais…

Ford (F, FDMO34) As ações da Ford caíram 6,5% depois que a empresa divulgou lucros que ficaram muito aquém das expectativas de lucros de Wall Street. A montadora reportou lucro ajustado por ação de 51 centavos sobre US$ 41,8 bilhões em receita, enquanto analistas consultados pela Refinitiv esperavam lucro ajustado por ação de 62 centavos e US$ 40,37 bilhões em receita. A empresa também registrou um lucro líquido que caiu mais de US$ 1 bilhão no ano. Saiba Mais…

Starbucks (SBUX, SBUB34) – As ações da gigante do café caíram 2,10% depois que o relatório de lucros da empresa ficou aquém das expectativas. A Starbucks informou lucro por ação de 75 centavos, em comparação com as projeções dos analistas da Refinitiv de 77 centavos. A receita também ficou aquém dos US$ 8,78 bilhões estimados pela Refinitiv, chegando a apenas US$ 8,71 bilhões. A demanda internacional enfraquecida, particularmente em seu segundo maior mercado, a China, pesou nos resultados. Saiba Mais…

Qualcomm (QCOM, QCOM34) — O grupo de semicondutores viu suas ações caírem quase 3% depois que sua linha principal ficou abaixo durante o primeiro trimestre fiscal. A receita da Qualcomm caiu 12% ano a ano durante o trimestre. A empresa citou as condições macroeconômicas e o maior estoque de channel como obstáculos aos seus resultados. As ações da empresa caíram 24% no ano passado. Saiba Mais…

Nordstrom (JWN, J1WN34) — As ações da Nordstrom subiram 27% depois que o The Wall Street Journal informou que o investidor ativista Ryan Cohen está construindo uma participação considerável na varejista. O relatório, que cita pessoas familiarizadas com o assunto, também disse que Cohen pressionará por mudanças no conselho da Nordstrom após uma forte queda no preço das ações. Saiba Mais…

Clorox (CLX, CLXC34) — A produtora de produtos de limpeza viu suas ações subirem 3,55% antes da abertura do mercado, com fortes números trimestrais. A Clorox registrou ganhos no segundo trimestre fiscal de US$ 0,98 por ação, excluindo itens, com receita de US$ 1,72 bilhão. Isso se compara ao lucro de 65 centavos por ação sobre a receita de US$ 1,66 bilhão estimada por analistas, de acordo com a Refinitiv.

Com informações de CNBC

Fechamento Estados Unidos ontem

Hoje, 1 dólar vale R$ 5,08. Faça a conversão para qualquer moeda!

Deixe um comentário