ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Michael Burry realiza fortes apostas contra os principais mercados de ações

LinkedIn

Michael Burry, célebre por sua previsão do colapso imobiliário retratado no filme “The Big Short”, é uma figura tão icônica que quando ele faz jogadas audaciosas no mercado, todos param para observar.

Na segunda-feira (14), os registros financeiros mostraram que Burry apostou fortemente contra os índices S&P 500 (SPI:SP500) e Nasdaq (NASDAQI:COMP), com um investimento que supera um bilhão de dólares.

O fundo Scion Asset Management, dirigido por Burry, adquiriu opções de venda, que permitem vender a um preço definido, no valor de US$ 886 milhões contra o SPDR S&P 500 ETF Trust (AMEX:SPI) e US$ 739 milhões contra o Invesco QQQ Trust ETF QQQ (NASDAQ:QQQ), um rastreador do Nasdaq 100.

Incrivelmente, essas apostas contra o mercado, totalizando US$ 1,6 bilhão, compõem 93% do portfólio total da Scion.

Além disso, a Scion vendeu suas ações em vários bancos regionais, como Western Alliance (NYSE:WAL), Huntington Bank (NASDAQ:HBAN), PacWest (NASDAQ:PACW) e First Republic (NYSE:FRC) durante o trimestre. Esta venda contrapõe-se à onda de compras da Scion no setor bancário durante o primeiro trimestre, antes que desafios econômicos provocassem problemas em diversos bancos de médio porte.

O ano de 2023 tem sido positivo para o S&P 500 e o Nasdaq, com aumentos de 17% e quase 40%, respectivamente. Notavelmente, o valor das opções de venda cresce quando o preço do ativo subjacente cai.

A estratégia de Burry no segundo trimestre aconteceu durante um renascimento do mercado de ações, e nem todos acreditam em sua visão de futuro. Como um usuário do Twitter observou: “Ele acertou uma vez há mais de dez anos”.

Deixe um comentário