ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Destaques de Wall Street de segunda-feira (25/09/23): Ford, Amazon, Paramount, Nike e mais

LinkedIn

Esse é o Destaque Wall Street do dia 25 de setembro de 2023, com tudo o que você precisa saber sobre as empresas negociadas nas bolsas americanas!

Principais assuntos do dia

Os índices futuros dos Estados Unidos estão em baixa no pré-mercado desta segunda-feira, com o retorno amplo do sentimento de aversão ao risco, devido aos indícios dos bancos centrais de que as taxas de juros continuarão altas por um período prolongado.

Às 07h55 (horário de Brasília), os futuros do Dow Jones (DOWI:DJI) caíram 15 pontos, ou 0,04%. Os futuros do S&P 500 caíram 0,05% e os futuros do Nasdaq-100 caíram 0,08%. O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos estava em 4,491%.

No mercado de commodities, o petróleo bruto West Texas Intermediate para novembro subiu 0,12%, a US$ 90,14 por barril. O petróleo tipo Brent para novembro subiu 0,23% perto de US$ 93,48 por barril.  O minério de ferro com teor de concentração de 62%, caiu 2,03%, cotado a US$ 115,45 por tonelada, após o aumento da preocupação com o setor imobiliário chinês.

Na agenda econômica dos Estados Unidos de segunda-feira, investidores aguardam a divulgação de itens de atividades de dois distritos importantes do país, como Chicago e Dallas, às 9h30 e às 11h30, respectivamente, onde se concentra a produção de grandes indústrias.

Na Europa, a programação está tranquila, tendo apenas a divulgação do clima de negócios na Alemanha pelo Instituto Ifo. Em setembro, o indicador alcançou 85,70 pontos, superando o consenso de 85,20 pontos, mostrando estabilidade mensal após uma série de declínios.

Às 10h, um pronunciamento da presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, está agendado. Ela provavelmente discutirá a gestão da política monetária na zona do euro, visando atingir a meta de inflação de 2%.

Na Ásia, os mercados concluíram com resultados mistos, afetados tanto pela recente tensão em Wall Street quanto por renovadas inquietações com o setor imobiliário chinês. As ações deste setor sofreram grandes perdas, especialmente a Evergrande, que teve uma queda de quase 25% em Hong Kong.

Conforme informado pela Bloomberg, a Evergrande, uma empresa chinesa, cancelou reuniões cruciais com credores programadas para esta semana. “Baseando-se na condição atual da empresa e em consultas com credores, a empresa julga essencial reexaminar os termos da reestruturação sugerida para adequar-se à situação e às necessidades dos credores”, declarou a Evergrande em nota.

Ademais, a Evergrande informou que não pode emitir novos títulos devido a uma investigação sobre a subsidiária Hengda Real Estate pela Comissão Reguladora de Valores da China por possíveis transgressões nas normas de divulgação de informação.

No fechamento de sexta-feira, o Dow Jones caiu 106,58 pontos ou 0,31%, para uma baixa de fechamento de dois meses de 33.963,84 pontos. O S&P 500 também caiu 9,94 pontos ou 0,23%, para uma baixa de fechamento de três meses de 4.320,06 pontos. A Nasdaq Composite caiu 12,18 pontos ou 0,09% para 13.211,81 pontos, seu nível de fechamento mais baixo em mais de três meses.

Alguns integrantes do Federal Reserve, incluindo Michelle Bowman, membro do conselho, destacaram a possibilidade de ocorrer pelo menos um aumento adicional nas taxas de juros no país. Por outro lado, na China, foram anunciadas medidas adicionais de estímulo, com os governos locais de Xangai e Pequim flexibilizando as novas regulamentações relacionadas a investimentos estrangeiros, o que é considerado um aspecto positivo.

⭐️ NOVIDADE: Preços e lista em tempo real para opções dos EUA (OPRA) Clique aqui para conhecer

Destaques corporativos de Wall Street para hoje

Ford Motor (F, FDMO34) – A Ford Motor indicou que ainda existem “lacunas significativas a preencher” em questões econômicas cruciais para um novo acordo trabalhista com o sindicato United Auto Workers (UAW). Enquanto UAW expandiu greves contra outros fabricantes, negociações com Ford avançam, mas problemas sérios persistem. O sindicato canadense Unifor, representando 5.600 trabalhadores, ratificou um novo contrato de três anos com a Ford Motor, evitando greves no Canadá. A Ford ofereceu aos sindicalistas aumentos salariais de até 25% e bônus em seu novo contrato.

General Motors (GM, GMCO34), Stellantis (STLA) – A indústria automobilística dos EUA está em greve, afetando revendedores GM e Stellantis. A paralisação impacta a venda e manutenção de peças, crucial para os lucros. Revendedores, enfrentando dificuldades de suprimento, preveem desafios em atender clientes. Espera-se uma solução rápida, minimizando inconveniências para consumidores e empresas.

Warner Bros. Discover (WBD, W1BD34), Disney (DIS, DISB34)Netflix (NFLX, NFLX34), Paramount (PARA, C1BS34), Dish Network (DISH, D1IS34), Comcast (CMCSA, CMCS34) – Escritores e estúdios de Hollywood atingiram um acordo provisório, finalizando uma greve prolongada que afetou produções de TV e cinema. O acordo de três anos inclui aumento de royalties e proteções contra inteligência artificial. A resolução potencialmente pavimenta o caminho para acordos com atores também em greve.

Amazon (AMZN, AMZO34) – A Comissão Federal de Comércio iniciará um processo antitruste contra a Amazon, marcando o último esforço dos EUA para regular grandes empresas de tecnologia. A Amazon é acusada de práticas anticompetitivas e abuso de poder de mercado. Além disso, a Amazon incorporará publicidade limitada ao Prime Video em 2024, visando financiar mais conteúdo atraente. A publicidade será menos frequente que em outros streamings e TVs lineares. Usuários nos EUA podem optar por um serviço sem anúncios por US$ 2,99 extras mensais. Em outras notícias, a Amazon planeja investir até US$ 4 bilhões na Anthropic, uma startup de inteligência artificial generativa, transferindo grande parte do software da Anthropic para a Amazon Web Services. Este investimento dá à Amazon uma participação minoritária na Anthropic e marca um avanço significativo na busca da Amazon para se tornar um líder em IA, oferecendo à Anthropic acesso a poder computacional avançado e financiamento substancial, crucial para desenvolver modelos de IA avançados.

Apple (AAPL, AAPL34) – A Appletem planos para quintuplicar sua produção na Índia nos próximos cinco anos, visando atingir US$ 40 bilhões em produção. A Índia, procurando diversificar suas cadeias de fornecimento, almeja expandir sua indústria eletrônica para US$ 300 bilhões até 2026.

Oracle (ORCL, ORCL34) – A Oracle concordou em pagar US$ 104,1 milhões adiantados por chips da startup Ampere Computing e investiu adicionais US$ 400 milhões através de uma nota conversível. Este investimento visa dar uma vantagem à nuvem da Oracle contra rivais como Amazon (AMZN, AMZO34) e Google (GOOGL, GOGL34), que fabricam seus próprios chips.

HP Inc (HPQ, HPQB34) – A Berkshire Hathaway (BRK.B, BERK34), de Warren Buffett, vendeu recentemente ações da HP Inc. avaliadas em cerca de US$ 130 milhões, seguindo uma venda anterior de US$ 160 milhões. Com participação de 11,2% na HP, qualquer alteração precisa ser arquivada na SEC. Essas vendas sinalizam uma possível contínua redução de participação. A Berkshire adquiriu as ações por aproximadamente US$ 30 cada, provavelmente incorrendo em prejuízo. A HP reduziu suas projeções fiscais para 2023, levantando questões sobre futuras vendas.

Morgan Stanley (MS, MSBR34) – Michael Wilson, do Morgan Stanley, prevê uma perspectiva menos favorável para as ações de consumo, refletindo a possível incapacidade dos gastos familiares em manter a força surpreendente vista. Essa visão é corroborada por análises do Goldman Sachs (GS, GSGI34) e Jefferies (JEF, J1EF34), sugerindo cautela com o setor de consumo discricionário e empresas específicas. A recomendação é um equilíbrio de ativos defensivos e cíclicos.

Citigroup (C, CTGP34) – O Citigroup alertou seus funcionários no Reino Unido sobre possíveis demissões devido a uma reorganização. Esta ação pode afetar centenas de empregos, já que o banco visa realinhar sua estrutura organizacional com a estratégia atual. As especificidades e números exatos ainda são desconhecidos.

Deutsche Bank (DB, DBAG34) – O Deutsche Bank contratou Ainslee Withey, experiente em tecnologia do Barclays (BCS, B1CS34), como diretora para seu grupo de banco de investimento em tecnologia, focando em negociações na internet. Baseada em São Francisco, ela contribuirá para os esforços do Deutsche em expandir sua franquia nas Américas.

Coinbase (COIN, C2OI34) – A Coinbase está buscando diversificar suas fontes de receita, mas ainda é muito dependente da negociação de Bitcoin. Apesar de adicionar mais de 600 pares de moedas, Bitcoin e Ether dominam a atividade da plataforma. A adição de ativos novos não assegura receita adicional de taxas de negociação, e os esforços para diversificar incluem serviços não comerciais, como staking de tokens. A empresa, cujo valor aumentou 101% este ano, enfrenta desafios, incluindo possíveis ETFs de Bitcoin e processos da SEC.

Rite Aid (RAD) – A Rite Aid, enfrentando desafios financeiros, está em negociações sobre um possível plano de falência, que pode resultar na liquidação de várias de suas drogarias. Cerca de 400 a 500 lojas podem fechar, com discussões ainda em andamento, sem decisões finais confirmadas.

AstraZeneca (AZN, A1ZN34) – A Jefferies elevou o status da AstraZeneca para “Buy”, em vez de “Hold”, observando que os ativos de P&D fora da área de oncologia estão sendo largamente desconsiderados. Paralelamente, o Morgan Stanley mencionou que os investidores valorizarão as narrativas de revisão de lucros na AstraZeneca, Novo Nordisk (NVO, N1VO34) e Novartis (NVS, N1VS34), sendo que esta última foi elevada para “Equal Weight” de “Underweight”.

Costco Wholesale (COST, COWC34) – A Costco formou uma parceria com a Sesame, uma plataforma de saúde online, proporcionando aos membros acesso a cuidados médicos com preços preferenciais. A iniciativa está alinhada com a tendência crescente de varejistas, como a Walmart e a Amazon, explorando o mercado de saúde de US$ 4,3 trilhões para expandir receitas e aprofundar relações com clientes. Este acordo coloca a Sesame diante dos 125 milhões de titulares de cartão da Costco globalmente, enquanto a Sesame oferece consultas de saúde mais acessíveis e convenientes.

Goodyear Tire & Rubber (GT) – A Goodyear planeja eliminar 700 empregos e vender 100 lojas sob um plano de racionalização no segmento Ásia-Pacífico, mirando melhorar o lucro operacional em US$ 50- US$55 milhões até 2025. Esta reestruturação, parte de um esforço maior, deverá ser concluída até o final de 2024.

Nike (NKE, NIKE34) – As ações da Nike tiveram uma queda de 1,3% no pré-mercado de segunda-feira após a Jefferies rebaixar a classificação de “Buy” para “Hold”, alegando que é provável que o segmento atacadista continue enfrentando pressões e que o crescimento na China está lidando com desafios macroeconômicos.

Foot Locker (FL) – As ações da Foot Locker experimentaram uma queda de 3% no pré-mercado de segunda-feira após a Jefferies rebaixar a varejista de vestuário esportivo e a Urban Outfitters (URBN), de “Buy” para “Hold”. Esse rebaixamento foi fundamentado em uma pesquisa própria com consumidores dos EUA, que sugere que a quitação de dívidas estudantis diminuirá os gastos dos consumidores.

Estados Unidos: Cotações e Índices da NYSE, Nasdaq e Dow Jones, Notícias & Dólar Americano

Hoje, 1 dólar vale R$ 4,94 – Faça a conversão para qualquer moeda!

Comentários

  1. Joana Belizario diz:

    Eu vou sim mas só volto na

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br