ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Walmart sobressai em relatório do HSBC sobre varejistas norte-americanos

LinkedIn

O HSBC (NYSE:HSBC) destacou o Walmart (NYSE:WMT) como principal escolha em um novo relatório emitido na sexta-feira (22), focando em sete grandes varejistas dos Estados Unidos, inclusive a Dollar General Corp (NYSE:DG).

O HSBC também é negociado na B3 através do ticker (BOV:H1SB34).

Os analistas classificaram as ações do Walmart como “Buy”, enquanto atribuíram à Dollar General uma classificação de reduzida, ou equivalente a “Sell”. Outras empresas mencionadas foram Costco Corp (NASDAQ:COST), Home Depot (NYSE:HD), Kroger’s Inc (NYSE:KR), Lowe’s Inc (NYSE:LOW) e Target Co (NYSE:TGT).

A pandemia provocou um aumento significativo nas vendas online, representando atualmente cerca de 15% das vendas totais no varejo nos EUA, uma subida considerável dos 10% pré-pandemia em 2020. O HSBC prevê que o ecommerce continuará sendo um vetor crucial de crescimento nas vendas do varejo, superando as vendas em lojas físicas.

Os analistas, Daniela Bretthauer e Guilherme Domingues, acreditam que “os varejistas que souberem integrar melhor as estratégias offline e online (O2O) serão os líderes neste novo cenário.”

Contexto Pós-Pandêmico

Neste mundo pós-pandêmico, o relatório aponta uma mudança no comportamento do consumidor, priorizando experiências em detrimento de aquisições de bens discricionários, como evidenciado pelo aumento das viagens, especialmente as internacionais. Isso sugere um retorno à normalidade nos padrões de mobilidade, com gastos direcionados mais a experiências do que a bens físicos.

O Walmart, com sua destacada estratégia O2O, diversidade e sólido histórico de crescimento, foi elogiado pelos analistas, sendo considerado o preferido devido à aceleração de seus lucros operacionais em relação às vendas. O Walmart é dominante no segmento de alimentos, capturando um quarto de todos os gastos dos EUA neste setor.

O Walmart também é negociado na B3 através do ticker (BOV:WALM34).

Já a Dollar General, apesar de ser o maior varejista de desconto nos EUA, apresentou defasagem na digitalização e possui exposição a gastos mais fracos dos consumidores em bens discricionários, merecendo uma visão mais cautelosa, segundo o relatório.

A Dollar General, também é negociada na B3 através do ticker (BOV:DGCO34).

Outros Varejistas Analisados

  • Costco: Sua estratégia de ecommerce é um bom complemento para seu negócio principal, e seus preços são competitivos. A Costco também é negociada na B3 através do ticker (BOV:COWC34).
  • Home Depot: Líder em um mercado fragmentado de melhorias para o lar, apresenta uma sólida estratégia O2O e destacada excelência operacional. A Home Depot também é negociada na B3 através do ticker (BOV:HOME34).
  • Kroger: Terceiro maior varejista de alimentos dos EUA, enfrenta incertezas sobre fusões e tem suas ações avaliadas como “preço justo”. A Kroger também é negociada na B3 através do ticker (BOV:K1RC34).
  • Lowe’s: É a segunda maior varejista de materiais de construção nos EUA, mas suas ações parecem bastante valorizadas. A Lowe’s também é negociada na B3 através do ticker (BOV:LOWC34).
  • Target: Embora seja um dos varejistas mais emblemáticos dos EUA, os analistas têm reservas sobre sua estratégia de crescimento e exposição a categorias discricionárias. A Target também é negociada na B3 através do ticker (BOV:TGTB34).

Reflexão sobre o Mercado

Enquanto o Consumer Staples Select Sector SPDR ETF (XLP) teve uma queda acumulada de 4,6% no ano, o SPDR S&P Retail ETF (XRT) registrou um ganho de 0,5%, e o índice S&P 500 (SPX) valorizou 16%. O relatório do HSBC ressalta a divergência no desempenho dos varejistas e sugere uma seleção cuidadosa baseada em estratégias integradas e adaptabilidade ao comportamento do consumidor no ambiente pós-pandêmico.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br